ESCUTE A BÍBLIA ENQUANTO ESTIVER OLINE

PARE,ESPERE CARREGAR E LEIA ESTE FOLHETO E PENSE

sábado, 23 de junho de 2012

SANTA CEIA OU MOEDA DE TROCA?

A Farça da "Santa" Ceia dos crentólicos é Revelada.

Desde criança eu sempre guardei dentro de mim uma dúvida sobre a importancia dada a este ritual que posso hoje denominar assim, a tal "santa ceia" não do senhor Jesus, mas santa ceia dos crentólicos que não examinam as escrituras para se libertarem da religiosidade e práticas pagãs Romanas. Eu mesmo quando criança brincava sempre em casa de celebrar a santa ceia. Até uns 2 anos atraz eu ministrava esta serimonia cultural de forma lirtúgicamente correta como manda os escribas e farizeus atuais.Mas o que importa é agradar a Deus e não aos homens.Quem sabe voçe ainda  faz vista grossa por ser um ritual tão antigo e praticado por todas as religiões cristãs, e prefere continuar anesteziado como nossos primos ou melhor nossas primas da CCB igreja do tal vel e do beijo entre homens que praticam como mandamento eterno e não tem coragem de perguntar aos seus líderes o porque dos panos e dos beijos.
A maioria dos lideres usam a ceia como moeda de troca ex: s existem igrejas que tem até carteirinha para controlar os membros marcam nesta carteira os dias de frequencias nos cultos e o dízimo pos se não baterem a meta de frequencia ou se não dizimar, não toma a ceia ou desculpe a "santa ceia".
Evangélicos e crentólicos voçes sabiam que a SANTA CEIA de voçes foi copiado de um ritual satânico, herdado da igreja católica, e + em homenagem a Mitra o deus sol. E que a ceia que vcs tomam na igreja não tem nada a ver com a ceia de 1CO: 17-34 e nem com a última ceia da páscoa de Jesus com os apóstolos, e vale lembrar que foi numa "casa" e não no templo nem cinagoga! Mt.26:26-30.
 E antes que voces coloquem versículos da famosa "ceia dos corintianos" que já vamos dismistificar e traduzir ela aqui juntos. Voçe sabia que ceia significa jantar ou refeição e não tem nada a ver com pedacinho de pão e um copinho de suco de uva. Exemplo: quando voçe se reúne com a sua família para comer a ceia de natal  (que é também pagã) voces não comem um pedaço de pão e um copinho de suco né, mas voçes comem  muita carne e comidas e bebidas até se impanturrar tudo comprado parceladamente com o abençoado cartão 666. Vamos ver a passagem inteira. Lembramos a voçes, que tambem não celebramos o tal natal pagão!pois se Jesus quisesse esta festa teria ordenado.
.Para entender onde estava acontecendo a comelança e a bebedeira dos corintianos vamos examinar atos dos:e PERSEVERAVAM
(1) na doutrina dos apóstolos, e
(2) na comunhão, e
(3) no partir do pão, e
(4) nas orações. e em toda a alma havia
(5) temor, e
(6) muitas maravilhas e sinais se faziam pelos APÓSTOLOS. e todos os que criam
(7) estavam juntos, e
(8) tinham tudo em comum. e vendiam suas propriedades e bens, e repartiam com todos, segundo cada um havia de mister. e, PERSEVERANDO
(2) unânimes
(9) todos os dias no templo, e
(3 )( partindo o pão em casa), comiam juntos com
(10) alegria e singeleza de coração,
(11) Louvando a Deus, e
(12) caindo na graça de todo o povo. e
(13) TODOS OS DIAS acrescentava o Senhor à igreja aqueles que se haviam de salvar."
(At 2:42-47)

1CO 11:17-22 Nisto, porém, que vou dizer-vos não vos louvo; porquanto vos ajuntais, não para melhor, senão para pior. Porque antes de tudo ouço que, quando vos ajuntais na igreja, há entre vós dissensões; e em parte o creio. E até importa que haja entre vós heresias, para que os que são sinceros se manifestem entre vós.(aqui conclui o que estava acontecendo na igreja)De sorte que, quando vos ajuntais num lugar,(observe que ele não cita + a igreja mas num lugar) não é para comer a ceia do Senhor. Porque, comendo, cada um toma antecipadamente a sua própria ceia(janta); e assim um tem fome e outro se embriaga. Não tendes porventura casas para comer e para beber? Ou desprezais a igreja de Deus, e envergonhais os que nada têm? Que vos direi? Louvar-vos-ei? Nisto não vos louvo.A ceia nas casa dos corintianos e não na igreja de corintios!!! era um banquete de comida onde se chamavam as famílias mais pobres e faziam um banquete, aqui voce vê que alguns comiam toda comida e deixavam os mais humildes sem comer nada, e quando acabava tudo eles iam beber vinho e ficavam até bêbados porque não tinha + comida. Leia os versículos ai em cima. Pois eu pergunto a voce: a ceia da sua igreja que era pra ser feita nas casas e não na igreja quem são os convidados . Vale lembrar que Jesus disse: a minha casa é casa de oração! Não temos relatos de comelanças de almoço,lanche,ou ceia(janta) no templo nem nas cinagogas. A ceia de sua igreja tem um jantar para dividir com famílias humildes, tem bebida alcoólica? Se não, então seus líderes não estão fazendo igual à ceia dos corintianos, aonde tá o pedaço de pão e o copinho de suco? Desconfio que esta cerimonia foi inspirada e copiada dos rituais de Mitra.

Continuando, Paulo ao ver que eles não estavam "dividindo" a comida, ele cita o exemplo de Jesus físico e espiritual. 1Co 11:23-26 Porque eu recebi do Senhor o que também vos ensinei: que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, pegou o pão; E, tendo dado graças, o partiu e disse: pegai, comei; isto é o meu corpo que é partido por vós; fazei isto em memória de mim.
Semelhantemente também, depois de cear (comer,jantar), pegou o cálice, dizendo: Este cálice é o novo testamento no meu sangue; fazei isto," todas as vezes que beberdes", em memória de mim. Porque todas as vezes que comerdes este pão e beberdes este cálice anunciais a morte do Senhor, até que venha.Voçe só come pão na igreja ou todos os dias e quem sabe mais de uma x por dia. Imagine lembrar de Jesus só uma x por mês ou para outras religiões que celebram anualmente só lembrar do sacrifícil só uma x por ano.O correto é lembrar do sacrificil   e do sofrimento de Jesus todos os momentos durante nossos dias,nas horas das tentações diárias que sofremos e dizer não vou ceder não vou pecar para não crucificar Jesus novamente. 
*Aqui está o erro dos evangélicais, Paulo deu o exemplo para eles voçes sabiam que Jesus na noite que foi traído dividiu o pão com todos e poque voces não dividem? E depois que comeram ele dividiu o vinho e porque não dividem o vinho? Aqui Paulo da o exemplo físico de dividir comida e não de ficar comendo um pedacinho de pão. Esta ceia de Jesus é diferente da ceia que estava acontecendo nas casas dos corintianos, agora ele da o exemplo espiritual, pois aqui Jesus celebrava a libertação do Egito porque eles viviam na lei e o pão era o Asmo um pão amargo à palavra (este) é singular e não plural significa que se ele tivesse falando de um pão físico só valeria aquele pão e não o pão da padaria que os evangélicos santificaram ou beatificaram. Mais nós não temos motivo para comer ele porque não somos judeus e não vivemos escravo no Egito. Aqui ele já tinha dado o exemplo físico e agora ele da o exemplo espiritual e ele fala do pão vivo que desceu do céu (este pão) representa a palavra de Deus, Eu sou o pão da vida. Os seus antepassados comeram o maná no deserto, mas morreram. Todavia, aqui está o pão que desce do céu, para que não morra quem dele comer. Eu sou o pão vivo que desceu do céu. Se alguém comer deste pão, viverá para sempre. “Este pão é a minha carne, que eu darei pela vida do mundo”. João 6:48-51.
 O 'este pão' representa a palavra dele e o cálice presenta o sangue dele que limpa de todo pecado e Paulo continua Portanto, qualquer que comer este pão (palavra de Deus), ou beber o cálice (sangue) do Senhor não merecendo, será culpado do corpo e do sangue do Senhor. explico: o que come a palavra conhece a verdade e se pecar não é + inocente. Examine-se, pois, o homem a si mesmo, e assim coma deste pão e beba deste cálice. Porque o que come e bebe não merecendo, come e bebe para sua própria condenação, não discernindo o corpo do Senhor Quando estiver comendo a palavra leia ela examinando a sua vida comparando o estilo de vida que Jesus levava com o estilo de vida que voce leva hoje.explico: não discernindo o corpo ou seja não querendo entender o motivo do sacrificio dele na cruz
Quanto erro por não examinarAS ESCRITURAS Jesus sabia que Judas iria trai-lo e deu o melhor pedaço de pão molhado e porque os líderes e até irmãos julgam e condenam e entragam uns aos outros dizendo o zezinho e a mariazinha não podem cear pois estam em pecado ou seja vam pecar amanhã.O que mata o homem é o que sai da boca (coração=mente)e não o que entra pois o que entra sai.
causa disto há entre vós muitos fracos e doentes, e muitos que dormem. Porque, se nós nos julgássemos a nós mesmos, não seríamos julgados.Mas, quando somos julgados, somos repreendidos pelo Senhor, para não sermos condenados com o mundo. 1 Coríntios 11:27-32.
 Quer dizer que se voce comer um pedaço de pão e beber o suco e estiver em pecado voce vai defecar e urinar e será condenado ao inferno? claro que não ele ta falando da palavra de Deus, ele quis dizer que se voce comer da palavra e beber do seu sangue indignamente, ou seja, aqueles que ouvem a palavra e não dão valor este ouve ela para a sua própria condenação porque não sabe que isto pertence ao corpo de Cristo. Todo este versículo fala de cristo(palavra) e não de um pão físico. E Ele volta para o exemplo físico e termina o capitulo leia o 33-34
VAMOS ACORDAR!!! DEIXAR DE SER MEROS CRENTES, PAQUERAS E SIMPATIZANTES DO EVANGELHO E VAMOS SER DISCÍPULOS DE JESUS COMER BÍBLIA DIA E NOITE PARA SERMOS LIBERTOS de todo tipo de doutrinas de homens.
E o que dizer do lavar os pés? este ritual ninguem quer repetir, mas o ritual de comer e beber cair e levantar esse é de DEUSO NÉ  IRMAOS. Eu se fosse para realizar o ritual da ceia secreta de Jesus com seus discípulos na igreja começaria lavando os pés uns dos outros ai ninguém iria + comer e beber cair e levantar. QUEM TEM FOME COMA EM CASA!!!!! IGREJA É UM HOSPITAL PARA TOMAR QUIMIOTERAPIA DO CÉU e metiolate nas feridas do. Mas muitos preferem água oxigenada, que são as profetadas que massageiam o ego do velho homem que só quer saber quem vai sentar ao lado direito ou no palco lembremos que Jeasus escolheu os cravos!

Pra terminar, lembrei de um fato veridico que aconteceu com um amigo meu, e sei que acontece a centenas de anos. Este meu amigo estava sem ir a sua igreja a muitos dias e a tal ceia santa que uni os desunidos foi realisada, e ele não foi, e os irmãos foram levar o santo pedaço de pão e o suculento  e sagrado suco de uva para reatar a comunhao do irmão. Mas enquanto isso, ele mesmo não tendo tomado ou comido este lanchinho milagreiro, a falta de comunhão e perdão e compreenção só vem almentando entre eles. Espero que eles leiam esta parabola da ceia e as da bíblia e reveja o significado da palavra comunhão.Muitos nao vam a igreja durante todo o mes e no dia do tal jantar(ceia)aparecem para dizer ei pastor ei irmãos eu faço parte do corpo de crixto me da meu pedaço e meu suco ai...e até a próxima ceia.Não sinto falta de comer pão pois como quase todos os dias o suco de uva tambem sempre bebo em casa.O que me faz falta é muitos irmãos que vai a igreja só aos domingos obrigatoriamente é desta parte do corpo que eu sinto falta,pois eu amo estar em comunhãos com meus irmãos na casa de DEUS para orarmos juntos e ouvir os testemunhos do que Deus tem feito em suas vidas.Agora pra jantar quem tem fome coma em casa!!!!

Na igreja Discípulos de Jesus adotamos e praticamos a ceia sem idolatrias e não usamos como moeda de troca e nem proibimos ninguém de participar não fazemos acepção de pessoas crianças jovens e adultos membros ou não participam juntos em união, pois todos pecaram e destituidos estão da glória de Deus,Não avisamos o dia que vai ter ceia fazemos sempre ou em um sábado ou em um domingo, fica como uma surpresa para não se tornar um ritual ou um dia santo pois nós que devemos nos santificar e estar preparados para a volta do senhor a qualquer momento pois não sabemos o dia nem a hora que Jesus virá ou que ele nos chamar particularmente pois não vamos ficar pra semente e todo o discípulo de Jesus deve estar conciente disso. Muitos até aprenderam e ensinam que a ceia liberta mas a bíblia diz conhecereia a verdade e a verdade vos libertará.

domingo, 17 de junho de 2012

DEMONIOS NAO TEM NOME PROPRIO

Curiosidades da Obra na Inglaterra – Pt.3 (Libertação) ILÁRIO, MAS ESTA MATERIA É DA IGREJA UNIVERSAL

Depois de uma longa pausa voltamos com as informações da Obra aqui na Inglaterra. No nosso 3º artigo falarei sobre o trabalho de libertação.
A oração forte é a mesma. Com imposição de mãos, etc. Mas tem algumas diferenças. Por exemplo, aqui os espíritos não se apresentam com nomes quando eles manifestam. No Brasil sabemos que os epíritos se apresentam com os nomes que recebem nos centros de feitiçaria e até mesmo citamos esses nomes na oração forte. Porém aqui não, eles não tem esses nomes, apenas são demonios e pronto.
A oração forte é considerada um pouco agressiva, por isso crianças menores de 13 anos não podem participar. E quando as pessoas entram na Igreja existe um aviso para as pessoas que usam marca-passo ou são cardíacas a respeito das orações.
Portanto quem não deseja receber a imposição de mãos ou as orações deve avisar o pastor ou os obreiros assim que chegar.
As pessoas não manifestam aqui com a mesma frequencia que vemos no Brasil, então quando isso acontece elas ficam realmente impressionadas. Mas tem um fator positivo, pois o fato de não entrevistarmos os espíritos frequentemente durante a reunião faz com que as pessoas valorizem a pregação e usem a fé com mais inteligencia, sem precisar ouvir um demonio falar nada.
Sabemos que no Brasil se não houver um demonio manifestado algumas pessoas ás vezes pensam que a reunião foi “fraca”, pois estão mais interessadas no que o demonio vai falar do que na Palavra de Deus.
Além disso, quando você vai falar para uma pessoa que tem um demônio agindo na vida dela você deve ser cuidadoso por vários motivos, dentre os quais:
  1. A pessoa pode ser considerada “mentalmente vunerável”, e se ela se mata, por exemplo, após voce dizer que ela tem demônio, a Igreja pode ter sérios problemas.
  2. A pessoa pode ser mal-intencionada, fingindo que está sofrendo, mas na verdade está gravando o atendimento (como já tentaram), só esperando você dizer: “Você tem demônio!”
  3. A pessoa pode chegar, com gravador escondido, falando: “Acho que fui vítima de feitiçaria, vocês rezam contra feitiçaria?” ou então “Vocês fazem exorcismo?” Quem faz isso não é bem visto, assim como uma seita.
Além dessas coisas, tivemos uma infeliz situação. Em Fevereiro de 2000, uma garota de 8 anos chamada Victoria foi trazida à Igreja por uma mulher que dizia ser mãe dela, mas na verdade era tia da criança. Essa tia e o namorado abusaram e negligenciaram a criança, mas alegavam que os ferimentos eram resultado da menina estar possuídas por demônios. Durante o abuso, Victoria foi queimada com cigarros, amarrada por períodos de mais de 24 horas, e agredida com correntes de bicicleta, martelos e fios.
A criança chegou a passar por Serviços de Saúde e algumas igrejas, mas todos falharam em detectar e denunciar o abuso, apesar das desconfianças. Na IURD, o pastor desconfiou porém não fez nenhuma denúncia.
Em 24 de fevereiro de 2000, a tia levou a criança de volta para a IURD, onde o mesmo pastor aconselhou-os a ir ao hospital e chamou um táxi; quando ela chegou ao hospital a temperatura era de 27 ° C (a temperatura normal é de cerca de 36 ° C) . Ela morreu no dia seguinte.
Apesar de a criança ter sido levada à outras igrejas, por algum tempo a IURD ficou vista como “A Igreja da menina Victoria”; talvez por ter sido a última igreja onde a menina esteve.
Essa fatalidade levou a um inquérito público e produziu grandes mudanças nas políticas de proteção à criança na Inglaterra. A tia e o namorado, que a maltrataram, foram condenados à prisão pérpetua.
Aconteceu com esse casal como está escrito:
porque é inevitável que venham escândalos, mas ai do homem pelo qual vem o escândalo!” (Mt 18:7)

INSTITUIÇÃO RELIGIOSA COM FINS LUCRATIVOS

RR SOARES USA O ALTAR DE SUA IGREJA PARA VENDAS

Valdemiro Santiago da Igreja Mundial vai prestar contas ao MPF/SP e não mais ao MPF/MT  

Após as acusações feitas contra o líder da Igreja MPD, foi aberto inquérito de investigação pelo MPF do Mato Grosso, onde o apóstolo comprou bens supostamente em nome da Mundial, mas entendo que a sede da igreja fica em São Paulo foi transferido as investigações para MPF de SP. – Confira e comente…
O Ministério Público do Estado de Mato Grosso transferiu os trabalhos de investigação do apóstolo Valdemiro Santiago de Oliveira, líder e fundador da Igreja Mundial do Poder de Deus, ao MP de São Paulo.
O processo de apuração de bens do pastor foi aberto no início de março pelo Ministério Público Federal em Mato Grosso, que posteriormente declinou da ação por não identificar danos aos cofres públicos da União, segundo informou a assessoria de imprensa do órgão.
Valdemiro Santiago de Oliveira é suspeito de comprar fazendas e cabeças de gados no interior de Mato Grosso em nome da Igreja Mundial do Poder de Deus.
A negociação feita em nome da instituição religiosa abranda a cobrança de imposto pelo governo.
Segundo reportagem divulgada por uma emissora de televisão de rede nacional, o apóstolo possui propriedade com valor estimado em até R$ 30 milhões em hectares de terras em Mato Grosso.
Os documentos sobre o caso foram remetidos ao Ministério Público de São Paulo na quinta-feira (17). Em seu parecer, o procurador-geral do Estado, Marcelo Ferra, disse que “em razão da sede da igreja estar instalada no Estado de São Paulo, cabe ao ministério daquela região investigar as denúncias de supostas fraudes cometidas pelo ‘apóstolo’ aos cofres públicos”.Ministério Público Federal estuda requerer a cassação da imunidade tributária da Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd), cujo fundador, bispo Edir Macedo, foi denunciado criminalmente por evasão de divisas, lavagem de dinheiro e estelionato. Em ofício à área cível do MPF em São Paulo, o procurador da República Silvio Luís Martins de Oliveira solicitou análise da medida que poderá levar a Universal a perder a exoneração fiscal.
Macedo. MPF cita 'agressiva política arrecadatória' da igreja - Jose Patricio/AE–27/9/2007
Jose Patricio/AE–27/9/2007
Macedo. MPF cita 'agressiva política arrecadatória' da igreja

O argumento principal é a "agressiva política arrecadatória" da Universal, que teria se tornado entidade religiosa com fins lucrativos - e o suposto enriquecimento ilícito de seus dirigentes por meio do desvio de recursos doados pelos fiéis. O procurador anexou cópia da acusação criminal que fez contra Macedo - a quem atribui o papel de "organizador das atividades criminosas" e "mentor da política criminosa da Universal".

No período de quatro anos (de 2003 a 2006), as doações declaradas pela Iurd à Receita atingiram R$ 5 bilhões. "No entanto, pelo que consta nos autos, embora goze de imunidade tributária, nem toda receita da Iurd é devidamente declarada ao Fisco", assinala a procuradoria. "A Iurd parece aplicar junto à Fazenda Pública uma política que, nos moldes da que prega aos seus fiéis, também pode ser caracterizada como "dizimista": declara à Receita apenas parte do que efetivamente arrecada."

O procurador denunciou Macedo por quadrilha e falsidade ideológica, além de evasão e lavagem na forma de organização criminosa, de acordo com a Convenção de Palermo, ratificada pelo Brasil em 2004. São acusados outros integrantes da cúpula da igreja - a diretora financeira Alba Maria Silva da Costa, o ex-deputado federal João Batista Ramos da Silva e o bispo Paulo Roberto Gomes da Conceição. A denúncia foi distribuída para a 2.ª Vara Criminal Federal.

O estelionato, segundo o MPF, ficou caracterizado quando Macedo e seus aliados "obtiveram de pessoas desesperadas, psicologicamente debilitadas ou movidas pela fé e/ou ambição, vantagens econômicas indevidas consistentes nas contribuições de centenas de milhares de fiéis, mediante artifício caracterizado pelo oferecimento de falsas promessas e ameaças de que o socorro espiritual e econômico somente alcançaria aqueles que se sacrificassem economicamente pela Igreja".

O procurador sustenta que o grupo violou o artigo 22 da Lei 7492/86 (Colarinho Branco) "ao manter depósitos em diversas contas correntes em instituições financeiras no exterior sem declará-los às autoridades brasileiras". O MPF aponta a Diskline Câmbio e Turismo Ltda. como executora das remessas. Segundo a procuradoria, três sócios da Diskline - Luiz Augusto Cunha Ribeiro, Cristiana Marini Rodrigues da Cunha Brito e Marcelo Birmarcker - "descreveram em detalhes as operações realizadas pela Iurd".

Segundo o MPF, entre 1991 e 1992, a IURD criou duas offshores no exterior, a Investholding, nas Ilhas Cayman, e a Cableinvest, em Jersey, notórios paraísos fiscais. Os denunciados teriam dissimulado a origem e a propriedade de valores "provenientes do delito de estelionato praticado por organização criminosa, por meio da remessa de valores ao exterior". A denúncia diz que "seguindo orientações da direção da Iurd, liderada por Macedo e João Batista, seu presidente no Brasil, os pregadores valem-se da fé, do desespero ou da ambição dos fiéis para lhes venderem a ideia de que Deus e Jesus Cristo apenas olham pelos que contribuem financeiramente com a Igreja e que a contrapartida de prosperidade espiritual ou econômica que buscam depende exclusivamente da quantidade de bens que entregam à Iurd". INFELIZMENTE ESSES DESVANGELISADORES ESTAM CADA DIA PIOR.

50 DIFERENÇA ENTRE O CRENTE E O DISCIPULO

Todo discípulo é um crente, mas nem todo crente é um discípulo. Sabe por quê?

1. O membro espera pães e peixes; o discípulo é um pescador.

2. O membro luta por crescer; o discípulo luta para reproduzir-se.
3. O membro se ganha; o discípulo se faz.

4. O membro depende dos afagos de seu pastor; o discípulo está determinado a servir a Deus.

5. O membro gosta de elogios; o discípulo do sacrifício vivo.

6. O membro entrega parte de suas finanças; o discípulo entrega toda a sua vida.

7. O membro cai facilmente na rotina; o discípulo é um revolucionário.

8. O membro precisa ser sempre estimulado; o discípulo procura estimular os outros.

9. O membro espera que alguém lhe diga o que fazer; o discípulo é solícito em assumir responsabilidades.

10. O membro reclama e murmura; o discípulo obedece e nega-se a si mesmo.

11. O membro é condicionado pelas circunstâncias; o discípulo as aproveita para exercer a sua fé.

12. O membro exige que os outros o visitem; o discípulo visita.

13. O membro busca na palavra promessas para a sua vida; o discípulo busca vida para receber as promessas da Palavra.

14. O membro só pensa em si mesmo; o discípulo pensa só nos outros.

15. O membro se senta para adorar; o discípulo anda adorando.
16. O membro pertence a uma instituição; o discípulo é uma instituição em si mesmo.

17. Para o membro, a habitação do Espírito Santo em si é sua meta; para o discípulo, é meio para alcançar a meta de ser testemunha viva de Cristo a toda criatura.

18. O membro vale porque soma; o discípulo vale porque multiplica.

19. Os membros aumentam a comunidade; os discípulos aumentam as comunidades.

20. Os membros foram transformados pelo mundo; os discípulos transformaram, e transformarão o mundo.

21. O membro espera milagres; os discípulos os fazem.

22. O membro velho é problema para a igreja; o discípulo idoso é problema para o reino das trevas.

23. Os membros se destacam construindo templos; os discípulos se fazem para conquistar o mundo.

24. Os membros são fortes soldados defensores; os discípulos são invencíveis soldados invasores.

25. O membro cuida das estacas de sua tenda; o discípulo desbrava e aumenta o seu território.

26. O membro se habitua; o discípulo rompe com os velhos moldes.

27. O membro sonha com a igreja ideal; o discípulo se entrega para fazer uma igreja real.

28. A meta do membro é ir para o céu; a meta do discípulo é ganhar almas para povoar o céu.
29. O crente maduro finalmente é um discípulo; o discípulo maduro assume os ministérios para o Corpo.

30. O membro necessita de festas e eventos para estar alegre; o discípulo vive em festa porque é alegre.

31. O membro espera um avivamento; o discípulo é parte dele.

32. O membro agoniza sem nunca morrer; o discípulo morre e ressuscita para dar vida a outros.

33. O membro longe de sua congregação lamenta por não estar em seu ambiente; o discípulo cria um ambiente para formar uma congregação.

34. O membro carrega uma almofada; o discípulo uma cruz.
35. O membro se considera sócio da Igreja; o discípulo é servo;

36. O membro cai nas ciladas do diabo; o discípulo as supera e não se deixa confundir.

37. O membro é espiga murcha; o discípulo é grão que gera espigas saudáveis.

38. O membro responde talvez! O discípulo responde eis-me aqui.

39. O membro preocupa-se só em pregar o evangelho; o discípulo em pregar e fazer discípulos.
40. O membro espera recompensa para dar; o discípulo é recompensado porque dá.

41. O membro é pastoreado como ovelha; o discípulo apascenta os cordeiros.

42. O membro se retira quando incomodado; o discípulo expulsa quem realmente quer incomodá-lo: os demônios.
43. O membro pede que os outros orem por ele; o discípulo ora pelos outros.

44. Os membros se reúnem para buscar a presença do Senhor; o discípulo carrega a Sua presença através do Espírito Santo.

45. Ao membro é pregada somente a salvação pelo Sangue de Jesus; o discípulo toma a Santa Ceia e anuncia às potestades do ar a vitória de Cristo sobre elas, para a glória de Deus.
46. O membro segue tentando limpar-se para ser digno de Deus; o discípulo não se olha mais e faz a obra na fé de que Cristo já o limpou. 47. O membro espera que alguém lhe interprete as escrituras; o discípulo conhece a voz de seu Senhor e testemunha dEle.

48. O membro não se relaciona com membros de outras denominações; o discípulo ama e respeita a todos, pois isto é uma ordem de Deus, e só assim o mundo o reconhecerá como discípulo de Jesus.

49. O membro procura conselhos dos outros para tomar uma decisão; o discípulo ora a Deus, lê a Palavra e em fé toma a decisão.

50. O membro espera que o mundo melhore; o discípulo sabe que não é deste mundo e espera o encontro com seu Senhor.
Qual é o seu papel na igreja do Senhor, membro ou discipulo?

PARA REFLETIR



A DIFERENÇA ENTRE O CRENTE E O DISCÍPULO
O crente espera pães e peixes; O discípulo é um pescador.
O crente luta por crescer; O discípulo luta para reproduzir-se.
O crente depende dos afagos de seu pastor; O discípulo está determinado a servir a DEUS.
O crente entrega parte de suas finanças; O discípulo entrega toda a sua vida.
O crente cai facilmente na rotina; O discípulo um revolucionário é.
O crente precisa ser estimulado; O discípulo estimula os outros.
O crente reclama e murmura; O discípulo obedece e nega-se a si mesmo.
O crente exige que os outros o visitem; O discípulo visita.
O crente se senta para adorar; O discípulo anda adorando.
O crente vale porque soma; O discípulo vale porque multiplica.
Os crentes esperam milagres; Os discípulos os fazem.
O crente espera um avivamento; O discípulo é parte dele.
Ao crente se promete uma almofada; Ao discípulo se entrega uma cruz.
O crente responde: talvez...; O discípulo responde: eis-me aqui!

E A IGREJA SE FEZ SHOW E JESUS NÃO HABITOU MAIS ENTRE NÓS

E a Igreja se fez show...


Por Cesar Kuzma

Neste último domingo, dia 19 de junho, assisti a apresentação do Pe. Reginaldo Manzotti no “Domingão do Faustão”. Com certeza, o Pe. Manzotti alcançou a fama que procurava há muito tempo e hoje se tornou tão conhecido como o Marcelo Rossi (a quem imitou e seguiu) e outros "midiáticos" da Igreja Católica no Brasil e, também, do mundo da música e do entretenimento.


No entanto, tal apresentação me faz parar e refletir alguns pontos: 1) O que representa para a Igreja Católica atual uma personalidade assim? 2) O que ele traz de novo, ou se realmente ele traz algo novo? 3) Que imagem de Igreja estamos passando para a sociedade com uma pessoa assim e, obviamente, para a própria Igreja, hoje tão carente de formação? Cada um destes pontos merece uma análise profunda, que não faremos, a ideia é apenas uma breve reflexão sobre o assunto, crítica, mas respeitosa.


O Documento Lumen gentium do Concílio Vaticano II (1962-1965), que apresenta uma reflexão dogmática sobre a Igreja, destacando sua natureza e missão, começa assim: "Lumen gentium cum sit Christus", ou seja, a Igreja é luz para os povos assim como Cristo. Ser luz, no entanto, é transmitir a mensagem do Evangelho, na qual Cristo é a luz. A Igreja, que somos nós, não tem uma luz própria e não prega a si mesma e, consequentemente, não conduz as pessoas a si, pois ela não é o fim, o destino de todos. A Igreja é iluminada pela luz de Cristo, cujo Espírito a conduz.


A Igreja, como "luz do mundo" anuncia Cristo e o seu Reino e conduz as pessoas a este fim, a este éschaton (destino último); assim ela é sinal e sacramento. Este mesmo documento apresenta-nos o papel dos batizados, que compõem a Igreja de Cristo, discernindo a sua vocação e missão. Isso fica claro quando ela nos remete a questão do serviço, um serviço ao Reino, a exemplo de Jesus, que na sua humildade e pequenez conduziu as pessoas à esperança num reino de amor, justiça e paz; um Jesus que declarou bem-aventurados os pobres e, a partir deles, iniciou o seu testemunho, fazendo-se pobre para de tudo nos libertar, sendo ponto de justiça, caminho e verdade.


Preocupa-me saber o que representa o Pe. Manzotti para a Igreja e para a sociedade brasileira atual. Será que ele representa o seguimento de um Jesus pobre da Galiléia, tão profundamente descrito nos Evangelhos, ou será que ele representa a si mesmo, diante do orgulho e da vaidade, pecado tão sutil aos membros da mídia, ou daqueles que são feitos ou produzidos por ela? Quem fez o Pe. Manzotti e a sua fama e o que ele representa? Será que ele representa a Igreja Católica ou representa as gravadoras e emissoras de rádio e TV em que atua? O Pe. Manzotti anuncia a "boa nova" do Evangelho ou anuncia a "sua boa nova", tão frágil e carente de conteúdo. Com certeza, o Pe. Manzotti não representa a Igreja que eu sigo e acredito, pois sua pregação, atuação e postura estão muito longe (mas longe mesmo!) do que entendo como proposta de seguimento, discipulado e missionariedade. Não falo apenas das letras de suas músicas (muitas delas, por sinal, com graves erros teológicos que educam o povo erroneamente); não falo das suas fotos sensuais nos álbuns dos CDs; não falo dessas situações, pois é pequeno demais e nem vale a pena; mas falo da postura, atuação e pregação que deve ter um cristão, quer ele seja um leigo, um religioso ou um padre, mas uma atuação de seguimento e de exemplo... Lumen gentium! É uma pena, pois um projeto de inculturação da fé deveria ser um serviço de integração com a sociedade e não uma maneira de ser refém desta, juntando seu capital, glamour e aparência. Uma Igreja que propõe discipulado e missionariedade com o Documento de Aparecida (2007) fica a mercê diante desta forma de "evangelizar". O que representa o Pe. Manzotti? Bem, certamente, representa a si mesmo e a sua imagem...


É evidente que sua pregação não traz nada de novo, pois dentro de músicas modernas se esconde uma postura de Igreja fechada e clerical, que coloca o padre (o sacerdote, maneira como ele sempre se apresenta) em destaque diante dos fiéis. Antes tínhamos o padre que apenas rezava a sua missa, deixando o povo na expectativa, como alguém que sempre recebe. Agora temos o mesmo padre com suas vestes carregadas e pomposas (como de antigamente) tornando-se um cantor e animador de auditório em programas de televisão e em praças públicas pelo Brasil. Não negamos que a Igreja deva adotar uma nova postura diante da sociedade moderna e pós-moderna, de maneira a integrar mais as pessoas e seus novos problemas e questionamentos, acontece que posturas assim envolvem o povo em luzes e sons, transformando o altar num palco e a Eucaristia num show, totalmente oposto aos ensinamentos da Igreja e totalmente contraditório com a proposta de Jesus, que se tornou igual e semelhante ao seu povo e só assim pôde conduzi-los no caminho do Reino (Fl 2,6-9). O Pe. diz que não faz show, fico em dúvida, então, para saber o que ele faz... Um dos seus programas de televisão chama-se "evangeliza show", algo próximo ao "show da fé" de R. R. Soares. Há que se entender que Igreja não é show business. Quando a Igreja passa a ser show ela deixa de ser comunidade, ela deixa de ser o local onde as pessoas se reúnem para partilhar do mesmo pão, ao redor de uma mesma mesa, tornando-se um só, em Cristo. Quando a Igreja se torna show ela deixa de ter eclesialidade, pois tira dos seus membros a participação ativa diante de sua missão, pois ninguém se conhece, todos são "turistas religiosos" atrás de um cantor, que neste caso, também é padre. Quando a Igreja se torna show ela se distancia drasticamente da proposta do Evangelho de Jesus, que nasceu pobre numa estrebaria, que viveu pobre na Galiléia e que morreu pobre e sozinho numa cruz em Jerusalém.


Mas alguém poderá dizer: mas ela fala tão bem, ele atrai tanta gente... Não nego que tenha méritos, e deve haver, mas questiono a forma e o modelo com que faz tais coisas. Até que ponto as pessoas seguem a Cristo e não o Padre? Até que ponto as pessoas vão à missa pelo Padre e não pela comunidade? Até que ponto as pessoas estão usando isso para um alimento pastoral e engajamento, e sim, para um aumento do individualismo e do culto ao "Eu-com-Deus", distanciando-se de uma proposta de Igreja de comunhão? Até que ponto a mensagem do Evangelho é atrair mais pessoas para a Igreja Católica (ou para outra Igreja)? Esta nunca foi a proposta de Jesus Cristo.


Quando questionado pelo rico faturamento que seu projeto traz, ele rapidamente diz que o dinheiro é para o projeto "Evangelizar é preciso" e não para ele. Mas o que é este projeto, que não fazer a divulgação dos trabalhos, CDs, livros, shows e produtos do padre? Evangelizar é preciso, é claro, mas o que é mesmo evangelizar? Se evangelizar for montar um projeto milionário, se for ser amigo do governador do Estado, aliado de pessoas da elite social e fazer shows, gravar CDs e ter programas de televisão e rádio, acho que não sei mesmo o que é evangelizar. Se fosse assim, Jesus deveria ter começado a sua missão no palácio de Herodes, na casa de Caifás e Anás e ter um grande acordo com Pôncio Pilatos, ao invés de começar em uma aldeia de pescadores da Galiléia. Acho que tudo isso é importante e deve e pode ser feito, desde que o horizonte último seja Cristo e o seu Reino, desde que isso possa ser multiplicado nas pequenas coisas e exemplos do cotidiano. Num momento em que Igreja reflete a sua eclesiologia (sobre a Igreja) em tentativa de resgate a pequenas comunidades, menores e mais
concentradas, mas com mais vigor e postura evangélica, tal postura do Pe. Manzotti vai contra este pleito.


Preocupa-me saber que imagem nós estamos passando de Igreja, preocupa-me saber que Igreja nós estamos formando para nossos filhos e membros e que mensagem de Reino nós estamos passando à sociedade. Foi-se o tempo em que cantávamos na missa ou nos grupos sem nos preocupar de quem era a música ou o CD (disco ou cassete na época), foi-se o tempo de que as músicas religiosas tinham mais teor evangélico e mais coerências sociais (ainda encontramos isso no Pe. Zezinho e Zé Vicente e em alguns outros), foi-se o tempo em que pertencer a determinada comunidade trouxesse ao cristão uma identidade viva e coerente, capaz de ligar a comunidade a sua vida, e assim por diante. Há um crescimento do turismo religioso motivado por fenômenos como o Manzotti, mas um declínio de conteúdo e discernimento da fé. Parece que damos razão a nossos interlocutores críticos da religião como Marx que disse: "A religião é o ópio do povo". Quando a Igreja se faz show, vemos que Marx tinha razão, pois ao invés de libertar ela aliena, pois o aprisionamento religioso faz parte de sua postura ideológica. Lamentável!


É lamentável entender que a Igreja Católica no Brasil hoje passa a ser representada por padres midiáticos como este, onde sua proposta de missão obedece mais aos interesses das gravadoras como "Som Livre" e outras do que a proposta do Evangelho. Esta representação deixa um Jesus de Nazaré pequeno, quase esquecido, diante das luzes que compõem o grande espetáculo. É triste entender e lembrar que no passado estávamos representados (e muito bem!) por pessoas como Dom Helder Câmara, Dom Paulo Evaristo Arns, Dom Ivo e Aluisio Lorscheider, Dom Pedro Casaldáliga e tantos outros que deram a sua vida de fé em favor da paz, do amor e da justiça, testemunhas autênticas do Evangelho, e hoje, quem diria, somos representados por pessoas assim... É uma pena que pessoas tão importantes e atuantes pelas causas da Igreja só sejam reconhecidas depois de mortas em martírio, como Irmã Doroty e tantos outros, esquecidos por nós (Igreja) e pela sociedade. É uma pena imensa que pessoas atuantes em pastorais sociais e em diversos movimentos sejam muitas vezes esquecidos pela Igreja ou punidos por ela (TdL) por defenderem a causa da justiça contra os ricos e poderosos; ricos e poderosos que sustentam esta estrutura piramidal e patrocinam "novas lideranças" como o Pe. Manzotti, que pela postura, servem a seus interesses.


É triste dizer que a Igreja se fez show...
Cesar Kuzma
Teólogo leigo, católico, professor de Teologia da PUCPR. Assessor em grupos e movimentos eclesiais.

IGREJA X HOSPITAL

 
Um dos assuntos mais polêmicos no mundo das igrejas diz respeito aos pecadores. Não falo de pecadores que chegam, de novos crentes que acabaram de deixar a velha vida; estes fazem a alegria dos pregadores, o prazer dos irmãos, o alivio das famílias. Falo de gente sincera; que por falta de vigilância caiu em tentação, e agora está atolada na lama do pecado. O que fazer com eles?

Não gosto da idéia de igreja-delegacia. A igreja-delegacia é aquela onde equipes de “agentes” são escaladas para observar, investigar e denunciar os que erram. Uma vez confirmada a denúncia, o delator é promovido e o infrator é deportado para a rua da indiferença. Da noite para o dia, os “irmãos” deixam de falar com ele; proíbem-no de assistir aos cultos e até trocam de calçada quando o encontram. Em um ambiente assim, não falta quem queira apontar o argueiro no olho do irmão; embora o seu próprio olho esteja atravessado por uma trave.

Prefiro a idéia de igreja-hospital. Sei que dentro do nosso contexto verde-amarelo, pensar em hospitais públicos e bons soa um tanto utópico. Mesmo assim tento imaginar uma igreja que seja parecida com um hospital público e bom! A igreja-hospital enfatiza que, independendo de seu passado, todo perdido é um salvo em potencial; e precisa de atendimento. Neste caso, quem não pertence à elite, não tem situação financeira confortável, não apresenta aparência física atraente, nem tem um currículo espiritual bom, é bem-vindo assim mesmo.

A igreja-hospital oferece serviço preventivo de saúde da alma. Ela ensina e prega a Palavra sem omissões, sem acréscimos, sem rodeios; com o objetivo de fortalecer a fé de seus membros.

A igreja-hospital também tem procedimentos profiláticos, curativos e até cirúrgicos. Nela, um membro em pecado é advertido, aconselhado e exortado a acertar seus caminhos. Mesmo os lideres e ocupantes de cargos, são afastados de suas funções até que se curem. Há casos no mundo da medicina em que os médicos amputam um dedo cancerígeno, para evitar que a metástase acabe matando o corpo inteiro. Da mesma forma, a igreja-hospital exclui de seu rol de membros aqueles que insistem em permanecer na má conduta. Mas ela não proíbe que membros disciplinados e ex-membros assistam aos seus cultos; pois ao contrário de um dedo amputado que vira lixo hospitalar, há esperança de restauração para filhos pródigos arrependidos. Afinal, onde há mais chances de cura? Na rua ou no hospital?

É bem verdade que em uma boa casa de saúde nem todos se salvam, alguns se perdem; na igreja, isto depende de como cada um irá reagir à pregação da Palavra. A certeza que temos é de que o joio, apesar de bem camuflado, não ficará para sempre misturado ao trigo. Cabe a cada um de nós, continuar cumprindo o seu papel de ajudar e pedir ajuda quando for preciso; lembrando sempre das palavras de São Paulo: “Aquele que pensa que está em pé, tome cuidado para que não caia”.

Pr. Humberto de Lima

domingo, 3 de junho de 2012

SOMOS 7 BILHOES DE HABITANTES CONSEGUIMOS CONTAR MAS NÃO CONSEGUIMOS EVANGELIZAR

FANTÁSTICO ANUNCIA: 80% DA POPULAÇÃO MUNDIAL SERÁ EXTERMINADA!


QUEM ACOMPANHA NOSSO BLOG ESTÁ CIENTE DA CONSPIRAÇÃO ARMADA PARA EXTERMINAR A POPULAÇÃO MUNDIAL E SABE QUE A FEMA JÁ TEM CAMPOS DE CONCENTRAÇÃO E CAIXÕES PRONTOS PARA ACOMODAR OS CORPOS.
EXISTE TODO UM ESQUEMA DE EUGENIA QUE USA ESTRATÉGIAS COMO O HAARP, CHEMTRAILS, VACINAS, CODEX ALIMENTARIUS, FLÚOR, EPIDEMIAS COMO A DENGUE E ETC.
NORMALMENTE, VOCÊ NÃO VÊ NOTÍCIAS COMO ESSAS SEREM DIVULGADAS NA MÍDIA, MAS NO DIA 30/10/11, O FANTÁSTICO EXIBIU UMA MATÉRIA FALANDO SOBRE O CRSCIMENTO DA POPULAÇÃO, QUE JÁ CHEGOU A 7 BILHÕES E CONCLUIU DIZENDO QUE, POR MAIS QUE CRIEM SOLUÇÕES DE SUSTENTABILIDADE E PRESEREM AO MÁXIMO A NATUREZA, SERÁ IMPOSSÍVEL VIVER, NESTE PLANETA, SE A POPULAÇÃO NÃO FOR REDUZIDA.
SEGUNDO O FANTÁSTICO, O NÚMERO TEM DE CAIR DE 7 BILHÕES PARA 1,5 BILHÕES, OU SEJA: ELES AFIRMARAM, NA MAIOR CARA DE PAU, QUE VÃO EXTERMINAR 80% DA POPULAÇÃO MUNDIAL. E QUANTO MAIS A POPULAÇÃO CRESCER, MAIS PESSOAS VÃO SER ASSASSINADAS, ELEVANDO A PORCENTAGEM DE 80 PARA 90%.
VEJA:

PEDIMOS DESCULPAS PELA QUALIDADE DA IMAGEM, MAS, CURIOSAMENTE, ESTA MATÉRIA SUMIU DO MAPA E NÃO É ENCONTRADA NEM MESMO NO SITE DA GLOBO, ENTÃO, TIVEMOS QUE POSTAR AS IMAGENS QUE GRAVAMOS DE NOSSO CELULAR PESSOAL.



Você sabia que o governo americano presidido pelo atual presidente Barak Obama aprovou a lei sanitária para a implantação obrigatória do microchip em todos cidadãos americanos?

A implantação está prevista para iniciar em março ou abril de 2013.
O presidente americano Barak Obama aprovou ( em 2010 ) a lei sanitária do uso obrigatório do microchip para os americanos que será implantado na mão direita ou na testa em 2013. Não é coincidência!

O programa está previsto para iniciar em março ou abril do próximo ano. O microchip será obrigatório nos EUA, sem o chip não poderá acessar os serviços de saúde. A implantação é feita primeiro nos centros de saúde, é uma desculpa para muitas coisas, como para os seres humanos e o seu controle. Mas nós não poderemos fazer nada, não poderemos comprar ou vender sem a marca, e para substituir o ID. Todos os nossos dados pessoais e movimentos permanecem armazenados no sistema. O implante vai estar na mão ou na testa, como a Bíblia (Escrituras) profetizou em Apocalipse 14: 9


Vejamos o vídeo apresentado pelo programa CronicaTV



video


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
"Todo aquele que ler estas postagens, se tiver certeza do que afirmo, caminhe lado a lado comigo; quando duvidar, investigue comigo; quando reconhecer que foi seu o erro, venha ter comigo; se o erro for meu, chame minha atenção. Assim haveremos de palmilhar juntos o caminho do conhecimento e da caridade em direção àquele de quem está dito:Eu sou o Alfa e o Ômega."

POSTAGENS MAIS VISITADAS

INVISTA MAIS NA SUA SALVAÇÃO

INVISTA MAIS NA SUA SALVAÇÃO

ULTIMA ORDEM DE JESUS IDE I FAZEI DISCÍPULOS

ULTIMA ORDEM DE JESUS IDE I FAZEI DISCÍPULOS
OU VOCE É SÓ UM FREQUENTADOR DE IGREJA?

OS BRASILEIROS NÃO APRENDEM

OS BRASILEIROS NÃO APRENDEM

DURMA NO MÍNIMO 8 HORAS POR NOITE

DURMA NO MÍNIMO 8 HORAS POR NOITE

FRUTA NÃO É CARO, CARO É REMÉDIO!

FRUTA NÃO É CARO, CARO É REMÉDIO!

EVITE VÁRIAS DOENÇAS BEBA 8 GARRAFINHAS DE 250ML POR DIA

EVITE VÁRIAS DOENÇAS BEBA 8 GARRAFINHAS DE 250ML POR DIA

SEJA UM DOADOR DE VIDA

SEJA UM DOADOR DE VIDA

NÃO PEQUES MAIS!

NÃO PEQUES MAIS!

VISTA AO NÚ

VISTA AO NÚ

VENDE TUDO E ME SEGUE...

VENDE TUDO E ME SEGUE...

A VEJA É MANIPULADA

A VEJA É MANIPULADA

O SÁBIO PENSA NO DIA DA MORTE ECLESIASTES 7:4

O SÁBIO PENSA NO DIA DA MORTE ECLESIASTES 7:4