ESCUTE A BÍBLIA ENQUANTO ESTIVER OLINE

PARE,ESPERE CARREGAR E LEIA ESTE FOLHETO E PENSE

terça-feira, 20 de março de 2012

APOSTOLO VALDEMIRO ESTÁ COM A SINDROME DE GEAZI

2 Reis 5
O texto nos mostra que o comandante-chefe do Rei da Síria, Naamã, sofria de uma doença muito grave, a lepra.
Assista o filme em dezenho para entender melhor a comparação de naama com o apostolo
E que o Rei da Síria tinha grande admiração por Naamã por tudo o que tinha feito. Na versão Bíblia Viva diz que Naamã era um grande herói.
Naquela época, em Samaria vivia um profeta conhecido, seu nome era Eliseu, sucessor do profeta Elias que fora levado pelo Senhor. Era um profeta que tinha o poder de cura, como informou uma das empregadadas do Rei da Síria.
Eliseu era um profeta de uma estirpe, de um quilate e de um calibre impressionantes, tanto que foi sucessor de Elias. Em Tiago 5:17, a palavra de Deus nos diz que Elias era humano como nós, sujeito as mesmas tentações que nós. E esse versículo pode ser aplicado também a Eliseu. Eliseu era humano como Elias, era humano como eu e você. Eliseu tinha as mesmas tentações que eu e você.
Mas aqui no Cap 5, a Palavra de Deus nos conta a história de um criado, de um mensageiro, de um auxiliar, de um discípulo e do possível sucessor do profeta Eliseu, chamado Geazi. Geazi na lingua hebraica significa “vale da minha visão” ou “vale da visão”.
E para entender o que aconteceu na vida desse jovem Geazi, temos que voltar um pouco na Palavra de Deus e ver os fatores e os desdobramentos da vida desse jovem que o levou a se tornar nesse homem e na formação do seu caráter. Vemos que Geazi tinha intimidade com Eliseu e estava a seu serviço.
Geazi foi rejeitado pela sunamita, quando foi ao seu encontro e ela o ignorou. Eliseu mandou que Geazi fosse na casa da sumanita. Mas a resposta foi: “Não irei sozinha!”. A sunamita não reconhecia a autoridade de Geazi.
Geazi foi displicente e irresponsável na preparação da sopa, pois transferiu a responsabilidade para outra pessoa e não acompanhou.
Geazi foi homem de pequena fé quando questionou Eliseu sobre os 20 pães e as espigas. Não acreditava que somente aquilo poderia alimentar os cem homens ali presentes.
Aí vem algumas perguntas em minha mente. Sendo Eliseu um profeta de primeira, porque Geazi que era seu discípulo não foi? O que tornou Eliseu no profeta que foi, da estirpe e do calibre que foi? O que tornou Geazi num cristão fracassado? O que teria dado errado na vida de Geazi para que não se tornasse um homem igual ao profeta Eliseu? Talvez a soma de todos esses fatores e desdobramentos da vida de Geazi tnham deixado o seu coração duro.
1. Todos temos um potencial de bem e de mal
Eu não acredito que as pessoas nasçam com um potencial de bem maior do que um potencial de mal dentro delas. Nós nascemos com os mesmos potenciais, de bem e de mal. E o profeta Eliseu foi o profeta da estirpe e do calibre que foi, não porque nasceu previlegiado, mas pelas portas que abriu na vida e pelas portas que fechou, na medida que foi desenvolvendo pensamentos, fazendo escolhas, dizendo sim e não, dizendo isso presta e isso é bom.
Mas o que aconteceu com Geazi, que tendo como exemplo um profeta como Eliseu, fracassou?
Quando Naamã chegou a casa de Eliseu, diz a Palavra de Deus que foi um mensageiro que foi dar o recado a Naamã. Esse mensageiro era Geazi. E no versículo seguinte diz que Naamã não acreditou nas palavras de Geazi. Daí se desenvolveu todo processo até a cura e restauração de Naamã.
Talvez Geazi tenha pensando em relação a Naamã: “Não gostei dele sabe. A gente não se bicou. Não rolou química entre nós dois. Os nossos santos não se bicam”. Isso pelo simples fato de que fora maltratado por Naamã. Lembrem-se que Geazi já tinha sido rejeitado no passado pela sunamita. Já tinha sido responsabilizado pela sopa envenenada. Agora mais isso ainda.
E um pensamento ruim uma vez alimentado, se transforma num ato destrutivo. E um pensamento bom uma vez alimentado se transforma num ato bom, numa boa ação, numa virtude. Uma mera indisposição pode virar um ódio. E essa atitude que Geazi teve ao longo da sua vida ao lado de Eliseu, tenha sido resultado de minúsculas ações que tomou ao longo da sua história de vida e que cumulativamente criaram dentro de você forças avassaladoras.
A medida que vamos tomando decisões na vida vamos nos transformando nas decisões que nós tomamos. Porque Eliseu foi diferente de Geazi e de mim e de você? Porque ele optou por outros caminhos e outras avenidas na vida.
Por isso que gostei tanto daquele filme a lista de Schindler. São duas histórias paralelas, onde um empresa nazista alemão chamado Oscar Schindler e um militar alemão nazista. O Oscar Schindler é um empresário. E ele começa a praticar o bem, mas nesses estágios iniciais da prática do bem, ele não faz de coração puro totalmente. Ele começa empregar judeus na fábrica dele, mas as razões pelas quais ele emprega o judeu porque ele quer mão de obra barata, pois na época era a mais barata que tinha. Não era de todo puro, mas empregar os judeus estava salvando-os da câmara de gás. Não era de todo puro, mas ao fazer isso ele estava salvando vidas da câmara de gás e dos crematórios. E a medida em que ele vai praticando o bem, o bem vai crescendo dentro dele ao longo do filme. E o filme termina, ele em crise porque ele olha pro carrão que ele tem, e diz assim: “Se eu tivesse vendido esse carro, dava pra eu comprar, subornar guarda pra colocar mais tantas vidas na minha lista”. Ele tem um broche com um distintivo nazista de outro e ele arranca esse broche e diz: “Com esse broche eu poderia salvar pelo menos mais uma vida”. O bem cresce dele.
O alemão militar, tem a sua disposição a possibilidade de perdoar um judeu, por um mal feito que o judeu fez e ele não perdoa. E porque ele nega perdão? Porque o mal que havia no coração dele cresce, cresce e cresce. Toma conta dele. E ele se torna um monstro de iniqüidade. Pratica tiro ao alvo com um rifle em vidas humanas. Só pra ter o prazer de ver matar o judeu. O mal cresceu dentro dele.
No v 20 diz que Geasi pensou. Conversou com ele mesmo. E um pensamento uma vez alimentado gera um desejo no coração. Um desejo uma vez concebido, gera um ato. Um ato praticado muitas vezes, gera um vício. E o vício leva a morte. Geazi pensou e seu coração concebeu aquele desejo de possuir, uma vez que do próprio coração procede as coisas boas e as coisas ruins. Uma vez o desejo concebido, vem o ato. E esse mal foi crescendo dentro dele.
No v21-24 Geazi pratica a ganância e o mal que tinha se instaurado em seu coração, indo até Naamã e metindo pegou 120 quilos de prata e 2 vestimentas.
Geazi fez as escolhas erradas. Era uma pessoa cética, pois tinha vivido com Eliseu, tinha visto praticamente todos os milagres que Eliseu fez e mesmo assim seu coração ainda continuava duro. Talvez não tenha perdoado quando lhe foi dado a oportunidade de perdoar. Talvez não tenha um sentimento de rejeição uma vez concebido tenha tomado conta da sua vida. E esse mal foi crescendo dentro dele.
Não podemos seguir o exemplo de Geazi. Mas devemos seguir o exemplo do profeto Eliseu. Porque Eliseu era um homem excepcional? Ele nasceu assim? Não. Pessoas excepcionais, são pessoas que não desistem, mesmo diante do fracasso. São pessoas que não azedam diante das grandes decepções. São pessoas que não permitem que o rancor, o orgulho, a inveja e o cíumes lhe cegue os olhos para olhar para o próximo e ver valor nele.
2. Tentação, cumpre a nós dominá-la
Enquanto Eliseu tinha os seus olhos fixos em Deus e o propósito maior era a propagação do Reino, Geazi se preocupava com o hoje e não olhava para o futuro.
Por que o profeta Eliseu não aceitou o presente de Naamã? Por que a obra não foi de Eliseu e sim do Senhor. Para não se gloriar pensando que tinha poder e que era o cara. Não, ele tinha um caráter irrepreensível a ponto de não aceitar presentes para que o seu ego não o traísse. Tudo isso para que a excelência do poder fosse de Deus, pois toda honra e toda glória sejam dadas a Ele.
Geazi não concordou que Eliseu tivesse deixado de receber tais presentes. Mas ao invés de procurar Eliseu e conversar, dialogar e colocar a conversa a limpo, tomou a decisão de agir por conta própria. Pior ainda, essa ação centralizada no egoncetrismo do seu ser. Deixou que a cobiça entrasse no seu coração. A cobiça das coisas do mundo. Tirou os seus olhos do espiritual e colocou nas coisas do mundo.
Talvez tivesse passado pela sua cabeça, em pensamento: “Do que adianta servir a Deus se é o ímpio que prospera?”. Mas temos que ser persistentes na alegria ou na tristeza. A vida vai vir com tudo pra cima da gente, mas temos que ser perseverantes e saber que mesmo que passemos pelo vale da sombra da morte, o Senhor estará conosco.
Diria que Geazi pelas decisões tomadas, pelas porta abertas e portas fechadas na vida, pelo sim que disse e pelo não que disse, antes mesmo de ser discípulo de Elisei foram determinantes em sua vida. A sua alma estava enxarcada de coisas que não são agradáveis a Deus. E podemos olhar para a alma desse jovem e tirar alguns ensinamentos.
Em determinado momento da sua vida o levou a ser compulsivo. Fica claro nas Escrituras Sagradas a indignação de Geazi quando o profeta Eliseu não aceitou a oferta de Naamã. Geazi tinha uma compulsão pelas coisas materias e pelo conforto. Isso mostra que ele tinha total dependência de si mesmo. Não dependia do Senhor para nada, pois quando tomou a decisão de ter por conta própria, mostra que não tinha confiança no Senhor.
Ele usava o nome do Senhor de maneira indevida. Disse Geazi que tinha chegado profetas das colinas de Efraim e que Eliseu mandou que fosse buscar 60 quilos de prata e 2 vestimentas para oferecer a estes profetas. Geazi mentiu a Naamã em nome do Senhor, pois usou do nome do Senhor para obter lucros próprios. Ele usuou de mentira para tirar dinheiro do povo, que neste caso é o próprio Naamã. E essa era uma das fraquezas de Geazi.
Dr. Russel Shedd diz que: ”O pastor precisa, necessita ler a Bíblia todos os dias, porque todo pregador tem um pouco de lobo”. Esse incidente nos mostra que Geazi talvez tivesse um pecado secreto, que só ele e Deus sabia. Talvez um pecado não confessado. Um pecado não perdoado. Eu diria que não só o pastor devia ler a Palavra todos os dias, mas todos os cristãos deviam ler a Palavra todos os dias para que sejam conhecedores e sábios, e aprovados perante o Senhor.
Salmo 32 diz: “1 - COMO É FELIZ o homem que tem suas desobediências perdoadas e seus pecados cobertos! Como é feliz o ho­mem cujos pecados Deus apagou e está li­vre de más intenções em seu coração! Eu tentei, por algum tempo, esconder de mim mesmo o meu pecado. O resulta­do foi que fiquei muito fraco, gemendo de dor e aflição o dia inteiro.
Geazi até este momento era um homem, um discipulo sem caráter e com a alma cheia de lama e com um coração cheio de coisas reprováveis pelo Senhor. Há dois caminhos. Há uma escolha a ser feita.
Podemos identificar claramente um momento de tentação aqui na vida de Geazi. Pensou. Foi tentado. Visou as coisas do mundo. Talvez todas as lutas que passou na vida, as dificuldades, a tribulação, se tudo isso tivesse servido para amargurar, transformar numa pessoa cética, como aconteceu com Geazi, numa pessoa sem sensibilidade com o próximo, sem compaixão, uma pessoa sem fé, e sem fé é impossível agradar a Deus. Isso tudo mostra a alma de Geazi. Uma alma que através das dificuldades da vida mirrou, se deixou atrofiar o músculo do coração.
Vocês se lembram de Caim, interessante é que Caim, nós sabemos, ofereceu sacrifício a Deus, e o sacrifício que Caim ofereceu a Deus não foi aceito, Caim ficou ressentido com a prosperidade do irmão, invejou o irmão e matou, assassinou o seu irmão. Olha o que quê Deus diz pra Caim, Gênesis 4:7 : “Se procederes bem, não é certo que serás aceito? Se procederes mal eis que o pecado jaz a porta. O seu desejo será contra ti, mas a ti cumpre dominá-lo”.
Geazi tinha a oportunidade de dominar o pecado , se lembrando dos feitos de Deus na sua vida.
Tiago 1:12 –“Feliz é o homem que não cede e não pratica o mal quando é tentado, porque depois receberá como recompensa a coroa da vida que Deus prometeu àqueles que O amam. E lembrem-se: quando alguém quer fazer o mal, nunca é Deus quem o está tentando, pois Deus nunca deseja praticar o mal e nunca tenta ninguém a praticá-lo. Mas a tentação é a fascinação dos próprios pensamentos e desejos maus do homem”.
E nesse momento ele escolheu. Ecolheu seguir o desejo desenfreado da ambição. Mostrou-se indignado pela recursa da oferta pelo profeta Eliseu. Acreditava em seu coração que o profeta deveria ter recebido tal oferta.
Boas razões para que se pagasse devem ter passado pela cabeça de Geazi naquele momento de escolha. Afinal, não existe o princípio: “O trabalhador é digno de sua recompensa”? Além disso, Naamã tinha muita riqueza, e eles, não. Por que eles não deveriam obter algo por todo o trabalho difícil que faziam?
E essa conduta de Geazi fora de molde, pode colocar uma pedra de tropeço no caminho de Naamã, sobre cuja mente havia incidido maravilhosa luz, e que estava favoravelmente disposto para a adoração do Deus vivo.
Nosso olhar deve estar fixo em Deus. Tanto de dependência como de crescimento. E sempre olhar na perspectiva de crescer e perseverar nas tentações, nas tribulações e nas dificuldades, porque teremos muitas aflições neste mundo. Mas Tiago nos conforta, pois na perseverança que podemos sair lá na frente e receber a coroa da vida que Deus prometeu a todos aqueles que o amam.
3. O amor de Deus é incansável e obstinado
No v25, o profeta Eliseu pergunta a Geazi: “Geazi, onde esteve voce?”. Essa pergunta soa como uma afronta para Geazi. O que passou na cabeça dele quanto Eliseu fez esta pergunta? “Aí, ele descobriu. Agora já sabe. Vou contar. Não, vou mentir”.
Eliseu, como cita o texto das Sagradas Escrituras nos mostra que já sabia que Geazi tinha cometido tal pecado. Interessante é que, mesmo assim, Eliseu dá a oportunidade a Geazi de se arrepender do que tinha feito, ser perdoado e sair ileso dessa história.
Isso me remete a história de Noé da Bíblia Sagrada, onde nos é mostrado o caração perdoador e paterno de um Deus amoroso:
“Eu já não pra Deus dessa maneira, por exemplo, no dilúvio eu sempre via Deus matando as pessoas, eu não vejo mais assim, eu vejo um Deus em busca do seu povo, Noé preg e a Bíblia chama Noé de pregoeiro da justiça e Noé pregou por 120 anos, Deus buscando seu povo para que eles se arrependenssem. E depois de Noé pregar 120 anos e Deus viu que o povo tinha o coração duro como diamante, Deus chorou 40 dias e 40 noites e as lágrimas de Deus encheram a terra”.
Eliseu deu a oportunidade de Geazi contar a verdade e se arrepender. Aí eu digo, ah esse é o Deus que eu sempre quis amar e nunca tinha sido apresentado e agora me apaixonei e aprendi a amar. Aí você chega em Isaías 1 e Deus dizendo assim: “Ouvi oh terra, escutai oh céus, eu tenho uma queixa contra o meu povo. É que o boi conhece o dono da sua manjedoura, o jumento conhece o seu próprio dono, mas o meu povo não me conhece”... “o povo não ouve a minha voz, o coração do meu povo está longe de mim. Não é isso que eu quero, eu quero o coração de vocês”... Isso não é um coração de um pai amoroso?
Eliseu expressa o coração de Deus a Geazi. Ele sabia o que tinha acontecido. Sabia que o caminho que Geazi tinha escolhido era errado. E eis a magnifica oportunidade de se arrepender e voltar novamente para o caminho.
Geazi amou o mundo. E Jesus diz que quem ama o mundo não ama a Deus. Então vejam, quem ama de verdade a Deus é insensível pra coisas do mundo, para o que o mundo tem. 1 João 2:15-16.
Geazi estava preso no seu egocentrismo. Não se importava com o próximo. Não se importava em pecar. Não se importava com Deus.
Pelos relatos das Sagradas Escrituras, Geazi tinha intimidade com o profeta Eliseu, mas não tinha intimidade nenhum com o Senhor. Podemos dizer que Geazi vivia a beira de uma religiosidade superficial a sombra do profeta Eliseu. Como pode uma pessoa ter um caráter transformado sem ter comunhão com o Senhor?
Como amar Deus sem conhecê-lo? Quando a gente ama uma pessoa, você faz alguma coisa ou deixa de fazer por causa do relacionamento. O pecado só é concebido se a motivação em relação a Deus for outra. Porque não pecar?
Esse sentimento só é digno se o interesse for apenas no relacionamento com Deus. “Não vou pecar porque entrei numa relação amorosa com uma pessoa que eu respeito tanto, amo tanto, que eu jamais gostaria de ferir o coração dessa pessoa”. Isso é digno. É um homem que entra numa relação com uma mulher, num casamento, e dia pra ela assim: “Não é porque não pode, não é porque é proibido. Eu vou me casar com você e vou me comportar com dignidade no nosso relacionamento, porque eu amo tanto você, que a última coisa que eu quero fazer na minha vida é magoar o seu coração.” Isso é digno.
O amor de Deus é obstinado. Um amor leal. Deus andou com Israel, mesmo Israel fazendo tudo aquilo que Ele Deus não queria que fizesse.
O salário do pecado é a morte. A lepra na Palavra de Deus representa o pecado. E Geazi nos mostra que o pecado da lepra já tinha infectado ele por todo.
Amar nasce do gesto. Gesto contrário que Geazi nos mostrou durante a sua vida, apesar de parecer ter aprendido no final. Amar de dizer eu amo é fácil, mas isso não é amor, pois o amor nasce do gesto.
Geazi estava ferido, com lepra. E o momento do ferido é apenas o momento de amar. Como anunciado por Isaías 42:3 – “Não quebrará o caniço rachado nem apagará a pequena chama que quase não dá luz. Ele mostrará amor aos fracos e dará forças aos desanimados. Fará completa justiça a todos os que foram prejudicados”. Deus não acaba de quebrar a vida, de estrassalhar com o ferido, de quebrar o caniço e apagar a chama que fumega. Mas como um pai amoroso Ele acolhe, restaura e levanta o caído. Deus é amor. Seu amor é onipotente. Crer nesse Deus vivo, é saber que o seu poder não é um perigo para minha liberdade, mas que ela está, bem ao contrário, a serviço da minha liberdade.
Você não sabe qual é a engrenagem que move o céu por causa da sua vida. Você tem um valor pra Deus que não imagina. E esse valor tornou você uma pessoa essencial pro coração de Deus. Perder você é perder o mundo inteiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
"Todo aquele que ler estas postagens, se tiver certeza do que afirmo, caminhe lado a lado comigo; quando duvidar, investigue comigo; quando reconhecer que foi seu o erro, venha ter comigo; se o erro for meu, chame minha atenção. Assim haveremos de palmilhar juntos o caminho do conhecimento e da caridade em direção àquele de quem está dito:Eu sou o Alfa e o Ômega."

POSTAGENS MAIS VISITADAS

INVISTA MAIS NA SUA SALVAÇÃO

INVISTA MAIS NA SUA SALVAÇÃO

ULTIMA ORDEM DE JESUS IDE I FAZEI DISCÍPULOS

ULTIMA ORDEM DE JESUS IDE I FAZEI DISCÍPULOS
OU VOCE É SÓ UM FREQUENTADOR DE IGREJA?

OS BRASILEIROS NÃO APRENDEM

OS BRASILEIROS NÃO APRENDEM

DURMA NO MÍNIMO 8 HORAS POR NOITE

DURMA NO MÍNIMO 8 HORAS POR NOITE

FRUTA NÃO É CARO, CARO É REMÉDIO!

FRUTA NÃO É CARO, CARO É REMÉDIO!

EVITE VÁRIAS DOENÇAS BEBA 8 GARRAFINHAS DE 250ML POR DIA

EVITE VÁRIAS DOENÇAS BEBA 8 GARRAFINHAS DE 250ML POR DIA

SEJA UM DOADOR DE VIDA

SEJA UM DOADOR DE VIDA

NÃO PEQUES MAIS!

NÃO PEQUES MAIS!

VISTA AO NÚ

VISTA AO NÚ

VENDE TUDO E ME SEGUE...

VENDE TUDO E ME SEGUE...

A VEJA É MANIPULADA

A VEJA É MANIPULADA

O SÁBIO PENSA NO DIA DA MORTE ECLESIASTES 7:4

O SÁBIO PENSA NO DIA DA MORTE ECLESIASTES 7:4