ESCUTE A BÍBLIA ENQUANTO ESTIVER OLINE

PARE,ESPERE CARREGAR E LEIA ESTE FOLHETO E PENSE

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

QUEM DISSE QUE PIRATARIA É PECADO? FERNANDA BRUM OU O MALA CHEIA DE DINHEIRO?

Nosso público entende que pirataria é pecado, diz Fernanda Brum.

Juntamente com Bruna Karla a cantora participou de um chat do site G1, ligado à Rede Globo
 ANTES DE LER A MATÉRIA VAMOS EXAMINAR A BÍBLIA

Provérbios:
  • 28.15 (NTLH): Como um leão furioso ou um urso feroz, assim é o governo mau que domina um povo pobre.
  • 29.2 (NTLH): Quando os honestos governam, o povo se alegra; mas, quando os maus dominam, o povo reclama;(reclamamos atravez da pirataria!)
  • 29.4 (NTLH): Quando o governo é justo, o país tem segurança; mas, quando o governo cobra impostos demais, a nação acaba na desgraça;(vemos aqui que nós não somos culpados de estarmos comprando pirataria mas o governo!
  • 29.12 (NTLH): Quando um governador dá atenção a mentiras, todos os seus auxiliares acabam se tornando maus.(os artistas gospel$ estam se tornando insensíveis a condição dos pobres exigindo que os pobres alimentem suas fortunas.
  • 25.5 (NTLH): Afaste do rei os maus conselheiros porque o que torna forte um governo é a justiça.
  • É justo os pobres alimentarem o governo corrúpito O preço dos cd e dvds originais são justos?
Nosso público entende que pirataria é pecado, diz Fernanda Brum
As cantoras Bruna Karla e Fernanda Brum participaram de um bate-papo ao vivo na tarde desta segunda-feira, 28, no chat do G1 falando sobre a participação deles no Troféu Promessas que vai premiar nesta terça-feira, 29, os melhores representantes da música gospel no Brasil.
As suas cantoras, que pertencem a gravadora MK Music, estão concorrendo a três prêmios. Em conversa com a jornalista elas falaram sobre a expectativa de estarem concorrendo a esse importante prêmio organizado pela GEO Eventos e pela Rede Globo.
“Eu agradeço a Deus pela vida de cada um deles [fãs]“, disse Bruna Karla. Os fãs decidiram por meio de duas etapas de votação quem são os melhores representantes da música evangélica. As votações aconteceram pela internet e também através de SMS.
Outro assunto abordado no bate-papo foi a pirataria, um problema  que tem atingido em cheio a indústria fonográfica, mas não tem força no mercado gospel. “Nosso público é muito fiel, que entende que pirataria é pecado, é crime”, disse a pastora Fernanda Brum.
Recentemente a Folha de São Paulo noticiou na coluna F5 que enquanto o mercado secular é atingido em 62% com a pirataria, o gospel tem apenas 15% de seus produtos pirateados. Fernanda lembrou que no final de semana, quando ministrava em Açu, município do Rio Grande do Norte, o público denunciou a venda de CDs piratas durante o evento.A Fernanda Brum disse que o publico evangélico tem conciencia que pirataria é pecado porque só vivem ouvindo música ao invéz de ouvir e examinar a bíblia que fala a verdade e esclarece o que é pecado e não é pecado.
Nós cristãos brasileiros precisamos entender que NEM SÓ DE MÚSICA VIVE O HOMEM MAS DE OUVIR A PALAVRA DE DEUS. SERA QUE TODOS OS CRISTÃOS QUE TEM COLEÇÃO DE CDS DE MÚSICAS GOSPELS TEM A BÍBLIA EM ÁUDIO PARA OUVIR? E NÃO ME VEM COM A DISCULPA QUE É MELHOR LER! Os evangelicos gostam mais de ouvir musica porque elas só falam o que querem ouvir ja a bíblia fala o que precisamos ouvir e que muitas veses não queremos pois a bíblia é remédio e a música é bala e criança só gosta de bala e não de remédio!Mas, a Palavra em I Coríntios 14.20, alerta também para que não sejamos como meninos no entendimento, mas, meninos na malícia e adultos no entendimento, para não nos assemelharmos mais a meninos inconstantes, levados em redor por todo vento de doutrina, pelo engano dos homens que, com astúcia, enganam fraudulosamente os inocentes (Efésios 4.14).    Mas I Pedro 2.2, faz um relato profundo sobre o leite (a Palavra), vamos meditar:            
          Desejai afetuosamente, como meninos novamente nascidos, o leite racional, não falsificado, para que por ele vades crescendo.
 PIRATARIA NÃO É PECADO! Pois bem vamos ver do lado de quem Deus vai ficar1 Deus está na assembléia divina; julga no meio dos deuses:
2 Até quando julgareis injustamente, e tereis respeito às pessoas dos ímpios?
3 Fazei justiça ao pobre e ao órfão; procedei retamente com o aflito e o desamparado.


A midia milionaria e os pastores milionários mentem para os pobres disendo que o dinheiro da venda da pirataria é para alimentar o tráfico de armas e drogas, Mas e o dinheiro das vendas dos materiais gospels estam sendo direcionados para os pobres ou para um bolso só é justo os pobres colaborarem com o inrrequecimento dos pastores e cantores?
VAI AQUI UM RECADO DE JESUS AOS PASTORES E CANTORES QUE SÃO RICOS E ARTISTAS NA ARTE DE FAZEREM FORTUNA NAS COSTAS DOS POBRES.

 MATEUS 23

Então falou Jesus à multidão, e aos seus discípulos,
Dizendo: Na cadeira de Moisés estão assentados os escribas e fariseus.
Todas as coisas, pois, que vos disserem que observeis, observai-as e fazei-as; mas não procedais em conformidade com as suas obras, porque dizem e não fazem;
Pois atam fardos pesados e difíceis de suportar, e os põem aos ombros dos homens; eles, porém, nem com o dedo querem movê-los;
E fazem todas as obras a fim de serem vistos pelos homens; pois trazem largos filactérios, e alargam as franjas das suas vestes,
E amam os primeiros lugares nas ceias e as primeiras cadeiras nas sinagogas,(CANTORES E PASTORES ARTISTAS)
E as saudações nas praças, e o serem chamados pelos homens; Rabi, Rabi.
Vós, porém, não queirais ser chamados Rabi, porque um só é o vosso Mestre, a saber, o Cristo, e todos vós sois irmãos.
E a ninguém na terra chameis vosso pai, porque um só é o vosso Pai, o qual está nos céus.
Nem vos chameis mestres, porque um só é o vosso Mestre, que é o Cristo.
O maior dentre vós será vosso servo.
E o que a si mesmo se exaltar será humilhado; e o que a si mesmo se humilhar será exaltado.
Mas ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que fechais aos homens o reino dos céus; e nem vós entrais nem deixais entrar aos que estão entrando.
Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que devorais as casas das viúvas, sob pretexto de prolongadas orações; por isso sofrereis mais rigoroso juízo.
Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que percorreis o mar e a terra para fazer um prosélito; e, depois de o terdes feito, o fazeis filho do inferno duas vezes mais do que vós.
Ai de vós, condutores cegos! pois que dizeis: Qualquer que jurar pelo templo, isso nada é; mas o que jurar pelo ouro do templo, esse é devedor.
Insensatos e cegos! Pois qual é maior: o ouro, ou o templo, que santifica o ouro?
E aquele que jurar pelo altar isso nada é; mas aquele que jurar pela oferta que está sobre o altar, esse é devedor.
Insensatos e cegos! Pois qual é maior: a oferta, ou o altar, que santifica a oferta?
Portanto, o que jurar pelo altar, jura por ele e por tudo o que sobre ele está;
E, o que jurar pelo templo, jura por ele e por aquele que nele habita;
E, o que jurar pelo céu, jura pelo trono de Deus e por aquele que está assentado nele.
Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que dizimais a hortelã, o endro e o cominho, e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a misericórdia e a fé; deveis, porém, fazer estas coisas, e não omitir aquelas.
Condutores cegos! que coais um mosquito e engolis um camelo.
Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que limpais o exterior do copo e do prato, mas o interior está cheio de rapina e de iniqüidade.
Fariseu cego! limpa primeiro o interior do copo e do prato, para que também o exterior fique limpo.
Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que sois semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora realmente parecem formosos, mas interiormente estão cheios de ossos de mortos e de toda a imundícia.
Assim também vós exteriormente pareceis justos aos homens, mas interiormente estais cheios de hipocrisia e de iniqüidade.
Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que edificais os sepulcros dos profetas e adornais os monumentos dos justos,
E dizeis: Se existíssemos no tempo de nossos pais, nunca nos associaríamos com eles para derramar o sangue dos profetas.
Assim, vós mesmos testificais que sois filhos dos que mataram os profetas.
Enchei vós, pois, a medida de vossos pais.
Serpentes, raça de víboras! como escapareis da condenação do inferno?
Portanto, eis que eu vos envio profetas, sábios e escribas; a uns deles matareis e crucificareis; e a outros deles açoitareis nas vossas sinagogas e os perseguireis de cidade em cidade;
Para que sobre vós caia todo o sangue justo, que foi derramado sobre a terra, desde o sangue de Abel, o justo, até ao sangue de Zacarias, filho de Baraquias, que matastes entre o santuário e o altar.
Em verdade vos digo que todas estas coisas hão de vir sobre esta geração.
Jerusalém, Jerusalém, que matas os profetas, e apedrejas os que te são enviados! quantas vezes quis eu ajuntar os teus filhos, como a galinha ajunta os seus pintos debaixo das asas, e tu não quiseste!
Eis que a vossa casa vai ficar-vos deserta;
Porque eu vos digo que desde agora me não vereis mais, até que digais: Bendito o que vem em nome do Senhor. 

13. E disse-lhe um da multidão: Mestre, dize a meu irmão que reparta comigo a herança.
14. Mas ele lhe disse: Homem, quem me pôs a mim por juiz ou repartidor entre vós?
15. E disse-lhes: Acautelai-vos e guardai-vos da avareza; porque a vida de qualquer não consiste na abundância do que possui.
16. E propôs-lhe uma parábola, dizendo: A herdade de um homem rico tinha produzido com abundância;
17. E ele arrazoava consigo mesmo, dizendo: Que farei? Não tenho onde recolher os meus frutos.
18. E disse: Farei isto: Derrubarei os meus celeiros, e edificarei outros maiores, e ali recolherei todas as minhas novidades e os meus bens;
19. E direi a minha alma: Alma, tens em depósito muitos bens para muitos anos; descansa, come, bebe e folga.
20. Mas Deus lhe disse: Louco! esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será?
21. Assim é aquele que para si ajunta tesouros, e não é rico para com Deus.
 
Lucas 16



E dizia também aos seus discípulos: Havia um certo homem rico, o qual tinha um mordomo; e este foi acusado perante ele de dissipar os seus bens.
E ele, chamando-o, disse-lhe: Que é isto que ouço de ti? Dá contas da tua mordomia, porque já não poderás ser mais meu mordomo.
E o mordomo disse consigo: Que farei, pois que o meu senhor me tira a mordomia? Cavar, não posso; de mendigar, tenho vergonha.
Eu sei o que hei de fazer, para que, quando for desapossado da mordomia, me recebam em suas casas.
E, chamando a si cada um dos devedores do seu senhor, disse ao primeiro: Quanto deves ao meu senhor?
E ele respondeu: Cem medidas de azeite. E disse-lhe: Toma a tua obrigação, e assentando-te já, escreve cinqüenta.
Disse depois a outro: E tu, quanto deves? E ele respondeu: Cem alqueires de trigo. E disse-lhe: Toma a tua obrigação, e escreve oitenta.
E louvou aquele senhor o injusto mordomo por haver procedido prudentemente, porque os filhos deste mundo são mais prudentes na sua geração do que os filhos da luz.
E eu vos digo: Granjeai amigos com as riquezas da injustiça; para que, quando estas vos faltarem, vos recebam eles nos tabernáculos eternos.
Quem é fiel no mínimo, também é fiel no muito; quem é injusto no mínimo, também é injusto no muito.
Pois, se nas riquezas injustas não fostes fiéis, quem vos confiará as verdadeiras?
E, se no alheio não fostes fiéis, quem vos dará o que é vosso?
Nenhum servo pode servir dois senhores; porque, ou há de odiar um e amar o outro, ou se há de chegar a um e desprezar o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom.
E os fariseus, que eram avarentos, ouviam todas estas coisas, e zombavam dele.
E disse-lhes: Vós sois os que vos justificais a vós mesmos diante dos homens, mas Deus conhece os vossos corações, porque o que entre os homens é elevado, perante Deus é abominação.
A lei e os profetas duraram até João; desde então é anunciado o reino de Deus, e todo o homem emprega força para entrar nele.
E é mais fácil passar o céu e a terra do que cair um til da lei.
Qualquer que deixa sua mulher, e casa com outra, adultera; e aquele que casa com a repudiada pelo marido, adultera também.
Ora, havia um homem rico, e vestia-se de púrpura e de linho finíssimo, e vivia todos os dias regalada e esplendidamente.
Havia também um certo mendigo, chamado Lázaro, que jazia cheio de chagas à porta daquele;
E desejava alimentar-se com as migalhas que caíam da mesa do rico; e os próprios cães vinham lamber-lhe as chagas.
E aconteceu que o mendigo morreu, e foi levado pelos anjos para o seio de Abraão; e morreu também o rico, e foi sepultado.
E no inferno, ergueu os olhos, estando em tormentos, e viu ao longe Abraão, e Lázaro no seu seio.
E, clamando, disse: Pai Abraão, tem misericórdia de mim, e manda a Lázaro, que molhe na água a ponta do seu dedo e me refresque a língua, porque estou atormentado nesta chama.
Disse, porém, Abraão: Filho, lembra-te de que recebeste os teus bens em tua vida, e Lázaro somente males; e agora este é consolado e tu atormentado.
E, além disso, está posto um grande abismo entre nós e vós, de sorte que os que quisessem passar daqui para vós não poderiam, nem tampouco os de lá passar para cá.
E disse ele: Rogo-te, pois, ó pai, que o mandes à casa de meu pai
Pois tenho cinco irmãos; para que lhes dê testemunho, a fim de que não venham também para este lugar de tormento.
Disse-lhe Abraão: Têm Moisés e os profetas; ouçam-nos.
E disse ele: Não, pai Abraão; mas, se algum dentre os mortos fosse ter com eles, arrepender-se-iam.
Porém, Abraão lhe disse: Se não ouvem a Moisés e aos profetas, tampouco acreditarão, ainda que algum dos mortos ressuscite.

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

MUSICA GOSPEL PROVOCA EMOCAO A BIBLIA PROVOCA ARREPENDIMENTO

Aline Barros: “Ressuscita-me” é alvo de análise de pastor

Aline Barros: “Ressuscita-me” é alvo de análise de pastor

A cantora gospel Aline Barros está em um bom momento de sua vida: após o nascimento de sua filha Maria Catherine e lançamento de seu novo CD infantil “Aline Barros & Cia. 3″, a cantora recebeu o disco de diamante pelo seu último CD chamado “Estraordinário Amor de Deus”. Um dos carros-chefe do álbum é a música “Ressuscita-me”, que tem feito muito sucesso nas igrejas.
O pastor Ciro Sanches Zibordi, contudo, resolveu fazer uma minuciosa análise da letra da música.
Confira abaixo a análise, retirada do blog pessoal do pastor Zibordi:
A canção “Ressuscita-me” tem sido bastante entoada pelos evangélicos. Sua melodia é bonita e envolvente — admito —, mas a sua letra está de acordo com as Escrituras? Tenho recebido vários pedidos por e-mail para analisá-la. E resolvi atender a essas solicitações.
Adianto que esta abordagem respeita a licença poética, mas prioriza a Palavra de Deus (1 Co 4.6; At 17.10,11; Gl 1.6-8). Afinal, como crentes espirituais, devemos discernir bem tudo (canções, pregações, profecias, milagres, manifestações, etc.), a fim de retermos somente o que é bom (1 Co 2.15; 1 Ts 5.21).
“Mestre, eu preciso de um milagre. Transforma minha vida, meu estado. Faz tempo que eu não vejo a luz do dia. Estão tentando sepultar minha alegria, tentando ver meus sonhos cancelados”. Não vejo problemas no início da composição em análise, visto que todos nós, mesmo salvos, passamos por momentos difíceis em que nos sentimos perseguidos, isolados, como que presos em um lugar escuro, sufocante, “no vale da sombra da morte” (Sl 23.4). Nessas circunstâncias, é evidente que ansiamos por um grande milagre.
“Lázaro ouviu a sua voz, quando aquela pedra removeu. Depois de quatro dias ele reviveu”. Aqui, como se vê, a construção frasal não ficou boa. Quem removeu a pedra? Com base na licença poética, prefiro acreditar que o compositor referiu-se aos homens que removeram a pedra, naquela ocasião (Jo 11.39-41), haja vista Lázaro, morto e amarrado, não ter a mínima condição de fazer isso — segundo os historiadores, aquela pedra pesava cerca de quatro toneladas.
A oração cantada prossegue: “Mestre, não há outro que possa fazer aquilo que só o teu nome tem todo poder. Eu preciso tanto de um milagre”. Algum problema, aqui? Não.
“Remove a minha pedra, me chama pelo nome”. Os problemas começam aqui. Se o compositor tomou a ressurreição de Lázaro como exemplo, deveria ter sido fiel à narrativa bíblica. É claro que Deus remove pedras grandes, como ocorreu na ressurreição do Senhor Jesus (Mc 16.1-4). Mas, no caso de Lázaro, quem tirou a pedra foram os homens, e não Deus (Jo 11.41)!
Aprendemos lições diferentes com as circunstâncias que envolveram as aludidas ressurreições. Fazendo uma aplicação espiritual, há algumas pedras que Deus remove (como na ressurreição de Jesus), mas há outras que o ser humano deve revolver (como na ressurreição de Lázaro). Em outras palavras, Deus faz a parte dEle, e nós devemos fazer a nossa (Tg 4.8; 2 Cr 7.13,14).
“Muda a minha história. Ressuscita os meus sonhos. Transforma a minha vida, me faz um milagre, me toca nessa hora, me chama para fora”. Clichês comerciais e antropocêntricos não podem faltar em gospel hits: “muda a minha história”, “sonhos”, etc. Como já falei muito sobre esse desvio em meu livro Erros que os Adoradores Devem Evitar, evitarei ser ainda mais “antipático”. Mas é importante que os compositores cristãos aprendam que os hinos devem ser prioritariamente cristocêntricos.
“Ressuscita-me”. Aqui vejo a principal incongruência do cântico, a qual não pode ser creditada à licença poética. Pedir a Deus: “ressuscita os meus sonhos”, no sentido de que eu me lembre das suas promessas e volte a “sonhar”, a ter esperança, a aspirar por dias melhores, etc. — a despeito do que afirmei sobre o antropocentrismo —, até que é aceitável. Mas não posso concordar com a súplica: “Ressuscita-me”. Por quê? Porque o salvo em Cristo já ressuscitou, espiritualmente, e não precisa ressuscitar de novo!
Quer dizer, então, que a aplicação feita pelo compositor é contraditória? Sim, pois, em Colossenses 3.1, está escrito: “se já ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas que são de cima, onde Cristo está assentado à destra de Deus”. O que é o novo nascimento? Implica morte para o pecado (Cl 3.3) e ressurreição para uma nova vida (Rm 6.4). Essa analogia da nossa preciosa salvação — pela qual temos a certeza de que estamos mortos para o pecado e já ressuscitamos para o nosso Deus — não pode ser posta em dúvida para atender a anseios antropocêntricos. Por isso, a oração “Ressuscita-me” se torna, no mínimo, despropositada.
Alguém poderá argumentar: “Ora, a Bíblia não diz, em 1 Coríntios 15, que vamos ressuscitar? Por que seria errado pedir isso para Deus?” Bem, o sentido da ressurreição, no aludido texto paulino, é completamente diferente do mencionado na composição em apreço. Paulo referiu-se à ressurreição literal daqueles que morrerem salvos, em Cristo (vv.51-55; 1 Ts 4.16,17). Hoje, em vida, não esperamos ser ressuscitados, pois já nos consideramos “como mortos para o pecado, mas vivos para Deus em Cristo Jesus nosso Senhor” (Rm 6.11).
Amém?

VERDADE OCULTA NAS MUSICAS

Oração De Um Novo Milênio

Xuxa 

DIA ILUMINADO

Para onde é que estamos indo
neste novo tempo que vem vindo
que falta pouco pra chegar
o que é que a gente quer do mundo
para e pense só por um segundo
temos tanto pra pensar
O planeta terra está sofrendo
Animais e árvores morrendo
Isso vai Ter que mudar
As crianças do nosso futuro
Só precisam de um lugar seguro
Pra poderem caminhar
E se todo mundo se juntar
Isso pode acontecer
Quanto mais a gente se unir
Bem melhor vamos fazer
Nessa guerra que nós não pedimos
O amor e a paz são nossas armas pra vencer
Abra seu coração
E escute com cuidado a letra da canção
Abra seu coração
A esperança nasce em forma de uma oração
Vai nascer um dia iluminado
Vai chegar um tempo abençoado
Que esperamos todos nós
Mais de dois mil anos se passaram
E as mensagens dele espalharam
Sua fé e sua voz
As fronteiras já estão caindo
Vamos ver os povos se unindo
Numa grande comunhão
O milênio novo está nascendo
E a humanidade aprendendo
A ouvir o coração

 É Tão Lindo A Turma Do Balão Mágico Observem o simbolo na testa do tal `amigo` o Roberto e ascrian;as pode at[e nao entenderem mas os patrocinadores do grupo sabem e voce

Se tem bigodes de foca
Nariz de tamanduá
-Parece meio estranho, heim!
-Rum!
Também um bico de pato
E um jeitão de sabiá...

Mas se é amigo
Não precisa mudar
É tão lindo
Deixa assim como está
E eu adoro, adoro
Difícil é a gente explicar
Que é tão lindo...

Se tem bigodes de foca
Nariz de tamanduá
-E orelhas de camelo, né tio?
-É!
Mas se é amigo de fato
A gente deixa como ele está...

É tão lindo!
Não precisa mudar
É tão lindo!
É tão bom se gostar
E eu adoro!
É claro!
Bom mesmo é a gente encontrar
Um bom amigo...

São os sonhos verdadeiros
Quando existe amor
Somos grandes companheiros
Os três mosqueteiros
Como eu vi no filme...

É tão lindo!
Não precisa mudar
É tão lindo!
Deixa assim como está
E eu adoro e agora
Eu quero poder lhe falar
Dessa amizade que nasceu
Você e eu!
Nós e você!
Vocês e eu!
E é tão lindo!...

-Tio!
-Heim!
-É legal ter um amigo, né?
-É maravilhoso
Mesmo que ele tenha
Bigodes de foca
E até um nariz de tamanduá
-E orelhas de camelo tio, lembra?
-Orelhas de camelo?
-É tio!
-É mesmo, orelhas de camelo!
Mas é um amigo, não é?
-É!
-Então não se deve mudar!

A Bruxinha A Turma Do Balão Mágico


Ô bruxinha bonitinha
Da vassoura de capim
Me carrega pros espaços
Abra os braços só pra mim
(2x)


Quem disse que as bruxas são feias
Alcéias, maméias e tal
Não sabem que nas luas cheias
Elas mudam o seu visual


E vestem camisas e meias
Que acham lá no meu varal
E depois cantam como as sereias
Fazem festa, alegria geral


Ô bruxinha bonitinha
Da vassoura de capim
Me carrega pros espaços
Abra os braços só pra mim
(2x)


Nós dois lá em cima sozinhos
Varrendo as estrelas do céu
Cá embaixo nossos amiguinhos
Fazendo o maior escarcéu


Os pássaros deixam os ninhos
As abelhas dão um tempo no mel
E assim cantam todos bichinhos
Viva a bruxa de capa e chapéu


Ô bruxinha bonitinha
Da vassoura de capim
Me carrega pros espaços
Abra os braços só pra mim
(2x)


Ô bruxinha bonitinha
Da vassoura de capim
Me carrega pros espaços
Abra os braços só pra mim
(4x)

Silas Malafaia no The New York Times, um dos maiores jornais esquerdistas dos EUA,

Comentário de Julio Severo: Não gostei do tom debochador que o jornal esquerdista americano usou para falar de Malafaia, mas a mentalidade esquerdista é estreita e os impede de ver a realidade como ela é. O jornal erroneamente compara Malafaia a Pat Robertson, um conservador em outros tempos tão sólido que sugeriu que Hugo Chavez, o amigo de Dilma Rousseff e Lula, deveria ser morto. Embora Malafaia tenha, sobre o aborto e a agenda gay, a mesma posição dos verdadeiros conservadores, suas inclinações políticas o distanciam do conservadorismo legítimo, e tal fato foi reconhecido na própria entrevista em que ele confessou ter votado em Lula duas vezes e não ter nada pessoalmente contra Rousseff. Se ela não apoiasse o aborto e o homossexualismo, estaria tudo ok? É evidente que não. Além de um passado terrorista, ela não abre mão de sua ideologia socialista e de ligações com Hugo Chavez e Fidel Castro. Esse aspecto socialista repugnante não parece incomodar Malafaia. Eu continuarei, como escritor e blogueiro, apoiando Malafaia quando ele ataca a radical agenda do aborto e do homossexualismo. Mas nunca poderei seguir suas desastrosas inclinações políticas. Afinal, se ele abomina tanto o aborto e o homossexualismo, por que apoiou publicamente os políticos mais abortistas e homossexualistas da história do Brasil? É uma pena que ele não tenha a metade das convicções políticas de Michele Bachmann, a candidata à presidência dos EUA que verdadeiramente é pentecostal e conservadora.
Eis a entrevista completa:
Silas Malafaia: “Deus me chamou para ser pastor, e não vou trocar isso por um cargo político.”

Líder evangélico ergue-se nas guerras culturais do Brasil

Simon Romero
Os livros de Silas Malafaia, que vendem aos milhões no Brasil, têm títulos como “Como Derrotar as Estratégias de Satanás” e “Lições de um Vencedor”. O jatinho particular Gulfstream em que ele voa tem “A Serviço de Deus”, em inglês, inscrito na lataria.
Como evangelista de televisão, o Sr. Malafaia alcança espectadores em dezenas de países, incluindo os Estados Unidos, onde Daystar e Trinity Broadcasting Network transmitem suas pregações dubladas. Em mais de 30 anos de atuação, o Sr. Malafaia, 53, reuniu igrejas e prósperas empresas em torno de sua pregação pentecostal.
Ainda assim, ele poderia ter atraído pouca atenção fora de seus próprios seguidores se ele não tivesse entrado na versão brasileira das guerras “culturais”. Afinal, o Brasil tem líderes evangélicos que comandam impérios maiores, como Edir Macedo, cuja Igreja Universal do Reino de Deus controla a Rede Record, uma das maiores redes de televisão do Brasil. Outros, como Romildo Ribeiro Soares, da Igreja Internacional da Graça de Deus, são conhecidos por maior zelo missionário.
Mas é o Sr. Malafaia que recentemente atraiu a maior atenção, ao atacar verbalmente, de forma incisiva, uma ampla variedade de inimigos, incluindo os líderes do movimento de direitos homossexuais, os defensores do direito ao aborto e também apoiadores da descriminalização da maconha no Brasil.
Foto do New York Times: Silas Malafaia dá entrevista no quintal de um hotel antes de um evento
“Eu sou o inimigo público nº 1 do movimento gay no Brasil,” O Sr. Malafaia disse em uma entrevista neste mês aqui em Fortaleza, uma cidade no Nordeste do Brasil, onde ele chegou para dirigir um de seus eventos que ele descreve como “cruzada”, num episódio misturando Bíblia e música em frente de um público de aproximadamente 200.000 pessoas. Lágrimas escorriam pelos rostos de alguns dos participantes comovidos, enquanto outros dançavam conforme a atuação que serviu para a abertura que ele fez.
Antes de subir ao púlpito, ele descreveu como ele se tornou cobiçado em programas de entrevista da televisão como a parte do programa que discute, como numa disputa de boxe, contra líderes gays. Mas isso é apenas uma pequena parte de seu repertório, e a televisão é apenas um dos muitos meios de comunicação à disposição do Sr. Malafaia. No Twitter, ele tem quase 250 mil seguidores, e em vídeos distribuídos no YouTube, ele não só desce o chicote em inimigos liberais, mas também em jornalistas e líderes evangélicos rivais.
O que não é de surpreender é que sua proeminência crescente fez dele uma fonte de admiração e desconforto. Ele mobilizou milhares de pessoas para se manifestar na capital, Brasília, neste ano, contra um projeto de lei que visa ampliar legislação anti-discriminação para incluir a orientação sexual.
“Ele é como Pat Robertson, no sentido de ser um pioneiro ao mover a direita evangélica do Brasil para a esfera política nacional”, disse Andrew Chesnut, especialista em religiões latino-americanas da Universidade Commonwealth da Virginia, comparando o Sr. Malafaia ao evangelista conservador da televisão americana.
A elite do Brasil está tentando entender a ascensão de uma figura tão polarizadora, e como ele poderá influenciar a política da nação. Piauí, uma revista que é o equivalente tosco da revista The New Yorker nos Estados Unidos, publicou um longo artigo neste ano sobre como o Sr. Malafaia se ergueu da obscuridade no Rio de Janeiro, onde ele cresceu numa família militar, para o poder que ele agora ostenta.
Além do Sr. Malafaia, a ampla expansão de religiões evangélicas, especialmente o pentecostalismo, nas últimas décadas está alterando a política do Brasil. (Embora o pentecostalismo varie muito, os seus princípios no Brasil incluem a cura pela fé, profecia e exorcismo.) Líderes em Brasília são agora forçados a consultar-se sobre uma série de questões com uma bancada evangélica de legisladores com influência sólida.
Estima-se que de cada quatro brasileiros, um faça parte de igrejas evangélicas, e pentecostais como o Sr. Malafaia estão na vanguarda desse crescimento. Numa notável transformação religiosa, estudiosos dizem que embora o Brasil ainda tenha o maior número de católicos romanos no mundo, o Brasil está agora também competindo com os Estados Unidos ao ter uma das maiores populações pentecostais.
Nem todo mundo no Brasil está entusiasmado com essa mudança.
Num artigo de novembro, o jornalista Eliane Brum escreveu sobre a intolerância para com os ateus que tem sido demonstrada no Brasil por alguns adeptos de religiões de pessoas que “nasceram de novo”, descrevendo o que ela chamou de “disputa cada vez mais agressiva para as cotas de mercado” entre as grandes igrejas.
Nesse artigo, a Sra. Brum desencadeou uma onda de reações de pentecostais. E as palavras do Sr. Malafaia estavam entre as mais cáusticas
Durante a entrevista aqui, ele chamou a Sra. Brum de “vagabunda”, e repetiu sua afirmação de que “os ateus comunistas” na antiga União Soviética, Camboja e Vietnã foram responsáveis por mais mortes do que "qualquer guerra produzida por questões religiosas.”
Quer por intenção ou falta de opção, a linguagem agressiva dele tem frequentemente se tornado um espetáculo. Em novembro, reportagem da revista Época disse que o Sr. Malafaia, durante comentários acalorados sobre a possiblidade de adotar medidas legais contra Toni Reis, um proeminente defensor dos direitos homossexuais, disse que ele “fornicaria” Reis.
O Sr. Malafaia apresentou uma explicação de que ele tinha realmente dito que iria “funicar” o Sr. Reis. Embora os pesquisadores não tivessem conseguido encontrar a palavra do Sr. Malafaia em dicionários de referência, ele disse que era uma gíria que em termos gerais se traduzia como “repreender vigorosamente”.
A visibilidade que o Sr. Malafaia alcança com tais episódios está alimentando questionamentos sobre suas ambições políticas. Ele disse que não tinha vontade alguma de se candidatar a cargos políticos, pois isso poderia colocá-lo em obrigações com um partido político específico, limitando assim a visibilidade mais ampla que ele tem agora.
“Deus me chamou para ser pastor”, disse ele, “e não vou trocar isso por um cargo político.”
Mas a influência política é outra questão. O Sr. Malafaia disse que votou duas vezes no ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, e durante anos teve acesso aos corredores do poder de Brasília. Mas ele também contou um fato curioso sobre a sucessora de Lula, a presidente Dilma Rousseff, que sugere como figuras evangélicas estão se tornando importantes nas eleições nacionais.
Ele disse que ela falou com ele por telefone por 15 minutos durante a campanha presidencial do ano passado, tentando atrair o seu apoio. Mas ele disse que recusou por causa de diferenças ideológicas com aspectos do governo do Partido dos Trabalhadores do Sr. Lula, um ex-líder sindical, e da Sra. Rousseff, ex-agente de um grupo de guerrilha urbana.
“Eu disse a ela: ‘Não tenho nada pessoal contra você. Eu acho você uma mulher inteligente e qualificada’”, disse ele. “Mas como posso votar em você se eu passei quatro anos lutando contra a facção de seu partido que apoia um projeto de lei para beneficiar gays, assim me prejudicando?”
O Sr. Malafaia, enquanto gesticulava, com os dedos com anéis de ouro adornados com diamantes incrustados, como se estivesse atacando o ar com punhais, passa tais contos em português estrondoso com abundante sotaque carioca.
Sua imagem deu-lhe um status de quase estrela do rock entre alguns que o apoiam.
“Eu não o reconheci sem bigode”, disse Erineide Mendonça, 39, uma empregada do hotel de Fortaleza onde o Sr. Malafaia estava hospedado, referindo-se ao bigode que era a marca registrada dele e que ele não raspava há muito tempo. “Mas reconheci a voz dele”, disse ela, pedindo para ser fotografada com o evangelista que ela adora.
Tanto o Sr. Malafaia quanto sua esposa Elizete foram treinados como psicólogos, e quando ele sobe ao púlpito, sua voz ecoa nas pregações carregadas de aulas de autoajuda e perseverança.
Um tema favorito envolve o sucesso e como alcançá-lo. Embora afirme que ainda vive uma vida relativamente humilde e nem sequer seja um milionário, ele não se desculpa por sua própria ascensão material. Aliás, ele a celebra, elogiando demasiadamente, por exemplo, o seu Mercedes-Benz — um presente, ele explica, de um amigo próspero.
Depois, há o jatinho Gulfstream, adquirido de segunda mão nos Estados Unidos, disse ele, não por ele mas pela sua organização religiosa sem fins lucrativos a um preço razoável.
“O papa voa num avião a jato”, disse ele, referindo-se ao avião fretado da Alitalia que transporta o bispo de Roma, e irritando-se com o que ele via como a hipocrisia com a qual os líderes evangélicos em ascensão no Brasil estão sendo obrigados a lutar. “Mas se um pastor viaja em algum jato velho, ele é considerado um ladrão.
Tradução: Julio Severo.

sábado, 26 de novembro de 2011

CASAMENTO FELIZ FAZ BEM AO CORAÇÃO

Uma união satisfatória aumenta em três vezes a chance de sobrevivência a longo prazo após cirurgias de pontes de safena, indica pesquisa americana. Estar em um casamento feliz faz bem ao coração.

É o que mostra uma pesquisa americana publicada no periódico especializado Health Psychology, da American Psychological Association. De acordo com o estudo da Universidade de Rochester, nos Estados Unidos, pessoas casadas têm até três vezes mais chances de permanecerem vivas 15 anos após uma cirurgia de revascularização cardíaca, também conhecida como ponte de safena ou mamária.
“Existe algo em um bom relacionamento que ajuda as pessoas a permanecerem no curso da vida”, diz Kathleen King, coordenadora da pesquisa. Segundo Harry Reis, coautor do estudo, o efeito da satisfação no casamento é tão importante para a sobrevivência após a cirurgia quanto outros fatores de risco, tais como tabagismo, obesidade e hipertensão.
Mas o casamento desempenha vantagens diferentes para homens e mulheres. Para eles, o matrimônio está relacionado a altas taxas de sobrevivência — quanto mais satisfatória a relação, maior será a sobrevivência. Para as mulheres, a qualidade do enlace é ainda mais importante. Enquanto casamentos infelizes não fornecem praticamente nenhum benefício à sobrevivência, os relacionamentos satisfatórios aumentaram em quase quatro vezes as chances da mulher sobreviver. “A recompensa da felicidade conjugal é mais forte nas mulheres. Por isso, elas devem buscar essa felicidade para terem a recompensa na saúde”, diz Reis.
Pesquisa – No estudo, foram avaliadas 225 pessoas que fizeram uma cirurgia de ponte de safena entre 1987 e 1990. Todos os casados foram questionados sobre sua satisfação com o casamento um ano após a cirurgia. Houve ainda ajuste de idade, sexo, educação, casos de depressão, tabagismo e outros fatores que afetam a sobrevivência para doenças cardiovasculares.
Quinze anos após a cirurgia, 83% das esposas felizes ainda estavam vivas, frente a 28% das que eram infelizes no casamento e 27% das solteiras. O índice de sobrevivência para os maridos felizes também foi de 83%. Mas aqueles nem tão felizes assim também tiveram taxas elevadas. Homens em uniões não muito satisfatórias tiveram um índice de sobrevivência de 60%, significativamente melhor do que os 36% dos homens não casados.
“A cirurgia de ponte de safena coronária já foi vista como uma cura milagrosa para doenças cardíacas”, diz King. “Mas agora nós sabemos que para a maioria dos pacientes, os enxertos são temporários, e ainda mais suscetíveis a entupimentos e doenças do que as artérias naturais do local.” No estudo, os autores citam ainda pesquisas anteriores que apontam que pessoas que têm um casamento com baixa hostilidade são menos suscetíveis a um tipo de inflamação relacionada às doenças cardíacas.
Fonte: Amigos em Cristo

SORRIA VOCE ESTA SENDO MANIPULADO. DÊ UM BASTA!


VIVEMOS NUM TEMPO,
 EM QUE A IGNORÂNCIA SE ALASTRA...
 PERDEMOS NOSSA IDENTIDADE, SE É QUE ALGUM DIA TIVEMOS ALGUMA


          Vivemos num tempo louco em que ser coerente, sensato, equilibrado e amante da informação de qualidade é ser considerado “burro”...quer dizer, um verdadeiro paradoxo, pois “burro” é quem faz justamente o contrário, isto é fato!

          Vivemos num tempo em que ninguém sabe de nada e que ser ignorante é a LEI MAIOR, bastando  informar-se sobre Futebol, Samba, Novela e BBBs você já é considerado “O CARA” e antenado com o  mundo...quer dizer  “QUE MERDA HEIM?”.

          Vivemos num tempo em que ninguém mais lê um livro de qualidade, salvo gibis, Revistas de putaria, fofocas e esporte...a idiotice se espalha.

          Vivemos num tempo em que os Homens sentem a necessidade  desenfreada de “parecer” que está rico, nem que pra isso se locuplete...um absurdo!

          Vivemos num tempo em que ninguém quer mais aprender nada, desejando só curtir a vida e ter saúde pra dormir e coçar o saco o dia inteiro, não fazendo porra nenhuma, salvo bebendo uma cervejinha...é o fim da vida!

          Vivemos um tempo onde as Empresas lutam pelos melhores profissionais, mesmo sabendo que estes não existem e quando algum entra na sua organização é convidado a emburrecer-se de uma vez por todas com sistemas absoletos de administração e controle manipulativo...a ditadura existe, velada mas está aí!
          Vivemos num tempo em que Psicologia, Antropologia, Sociologia, Economia, Política, História, Filosofia e Artes são apenas matérias Acadêmicas e as pessoas não sabem um fio de cabelo sobre tais temas relevantes à sobrevivência diária, devido a falta de estudo autodidata...a  doença da ignorância contamina sim, basta escolher com quem andas.

          Vivemos num tempo em que ninguém discute idéias e pensamentos a quando há discussões elas descambam para ataques pessoais, ou seja, o homem não consegue dialogar e viver em Sociedade, precisa ser o sabichão e sem contestação, mesmo estando errado...um oceano de mentecaptos!

          Vivemos num tempo onde mensagens pueris de auto-ajuda infestam as mídias e Redes Sociais, abandonando ao relento o diálogo racionalista, embasado em fatos e avanços tecnológicos científicos...vale mesmo é o poder da grana, quem tem dinheiro manda e quem não tem obedece...uma selva de covardes e vendilhões do templo...uma balbúrdia!

          Vivemos num tempo em que Empresários querem ficar milionários sem ao menos educar seus funcionários ou fazerem alguma coisa de valor e nobre para a coletividade em que moram e trabalham...são os “piratas contemporâneos”.

          Vivemos num tempo em que funcionários não estão nem aí para as Empresas que trabalham, desejando apaixonadamente serem “chefes” apenas para ganhar mais dinheiro e terem fama, mas jamais por merecimento e capacidade de realizar de verdade...desejam aparecer bem na foto social, mostrando ao mundo e família uma ficção existencial, só isto e mais nada!...aterrorizador!

          Vivemos num tempo onde ultrapassamos os limites do espaço, mas ainda estamos jurassicamente atrelados às amarras de pensamentos cheios de tabus, preconceitos e discriminações impedindo, de fato, nossa própria evolução.

          Vivemos num tempo onde temos tudo e reclamamos por nada!

          Vivemos num tempo em que gente de valor está sim em extinção!

          Vivemos num tempo em que Deus foi transformado numa ficção idiota com conta corrente receptora de dízimos...estamos fudidos!...nem aí escapamos!

          Vivemos num tempo onde o Homem que se compromete a mudar a Sociedade deve ter a consciência de que vivemos em meio a um “mar de lama” (corrupção, traição, idiotice e politicagem), mas mesmo assim é preciso seguir em frente.
          Vivemos e ainda viveremos muitas outras vezes, mas atualmente não vivemos, vegetamos!...Você conhece algum lugar assim?...hummmm, isto mesmo não é coincidência ou mera semelhança, esta é a Sociedade Brasileira, infestada por corruptos, desinformados, desregrados, imbecis, covardes e uma massa gigantesca chamada de POVO que nem identificação possui e só emite um tipo de SOM assemelhado a um zumbido que é o grito de "GOL OU UM LAIALAIALAIALAIA"...este é o BRASIL!...terra do SAMBA E FUTEBOL.

       
 “É A VIDA, PALCO DE TEATRO, ONDE POUCOS SÃO PROFISSIONAIS E A MAIORIA É AMADORA”


JOHN ROBERT

Jesus Cristo deixa de ser palavra proibida em SMS do Paquistão

Após pressão de religiosos, 

Organizações religiosas se manifestaram contra a lista que incluia o nome de Cristo junto com palavras pornográficas


Após pressão de religiosos, Jesus Cristo deixa de ser palavra proibida em SMS do Paquistão
De acordo com o site católico ACI Digital, as palavras “Jesus Cristo” não estão mais na lista de palavras proibidas pelas autoridades de telecomunicações do Paquistão. Na semana passada foi noticiado que Jesus Cristo estaria em uma lista de citações que seriam bloqueadas por serem palavras de baixo calão.
Toda mensagem de texto (SMS) que contiverem essas palavras seriam bloqueados assim como mensagens com palavrões e palavras consideradas como pornográficas.
Para que as menções a Jesus Cristo pudessem ser desbloqueadas o Ministro de Estado para a Harmonia,  o católico Akram Gill, precisou interferir e advertir que a medida “não ajudaria a criar uma atmosfera de harmonia religiosa no Paquistão”. Muitas organizações religiosas de fiéis paquistaneses da Europa também se manifestaram.
Diante da pressão o presidente da Autoridade do Paquistão para as Telecomunicações, Mohammed Yaseen, retirou a palavra “Jesus Cristo” da lista de termos proibidos para as mensagens de texto que será distribuída às companhias telefônicas no país.

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

O MINISTÉRIO A FÉ VEM PELO OUVIR LANÇA A BÍBLIA EM ÁUDIO NA LINGUA ÁRABE


Ministério lança o áudio da Bíblia em árabe

Ministério lança o áudio da Bíblia em árabe







O ministério Bíblia em Áudio “A Fé Vem Pelo Ouvir” acaba de lançar seu aplicativo Bible.is em árabe. O aplicativo já existe em Inglês e Espanhol. Agora, acessando a Bíblia será mais fácil para os mais de 221 milhões de árabes.
O ministério está trabalhando em outras traduções, como parte de seu objetivo de disponibilizar o aplicativo para as 20 línguas mais faladas no mundo.
A localização do aplicativo foi um processo de parceria com a Sociedade Bíblica do Egito. O financiamento foi fornecido pelo Ministério Award 2010, apresentado pelo Advogado e Capital.
Desde que o ministério iniciou o projeto da Bíblia Digital no ano passado, o árabe tem estado consistentemente entre as cinco línguas mais acessadas através das plataformas múltiplas, propostas pelo ministério.


Além da aplicação Bible.is, o ministério faz a sua Bíblias em áudio disponível gratuitamente via podcast no iTunes, bem como streaming e download diretamente de seu site.


A Fé Vem Pelo Ouvir atualmente tem Bíblias em áudio em 538 línguas, 188 estão disponíveis para leitura e escuta através do aplicativo, tornando o Projeto da Bíblia Digital o maior recurso do mundo de gravações e textos da Bíblia.


"Hoje, a tecnologia criou pontos de acesso para difundir a Palavra de Deus como em nenhum outro momento da história", diz Troy Carl, diretor nacional do ministério, que também supervisiona o Projeto da Bíblia Digital.


"A possibilidade das Sagradas Escrituras serem disponibilizadas livremente para todos ouvirem não é apenas uma esperança, já se torna rapidamente uma realidade".
Cerca de metade da população mundial, ou não podem ler ou vivem em uma cultura oral. Além do projeto Bible.is, a Fé Vem Pelo Ouvir trabalha para fazer com que a Bíblia seja disponibilizada no idioma do coração de todas as nações, tribos e povos.
A meta do ministério é gravar o áudio da Bíblia em 2 mil línguas até 2016, criando o acesso ao Evangelho para 97% da população mundial.

TATUAGENS É PECADO DIZ PASTOR QUE TEM 80% DO CORPO TATUADO


Alex Costa é pastor, tem 44 anos e 80% do corpo coberto com 176 tatuagens. A primeira tatuagem foi um Olho de Horus, símbolo egípcio, que mais tarde descobriu que simboliza o olho de Lúcifer. A última foi um biomecânico, o desenho mostra como se sua cabeça fosse aberta e dentro tivesse peças de computador. “Graças a Deus o cabelo esconde”, brinca o pastor.

Recentemente Alex lançou o livro ‘Tatuagens de A a Z’ no qual compartilha sua experiência e revela os diferentes significados dos desenhos. Em entrevista ao site GUIAME, o pastor ensina mais sobre esses símbolos.

“Sempre que você for em um estúdio de tatuagem, ele vai te falar o lado positivo do significado, mas, através de reportagens, eu comecei a descobrir o lado negativo de cada desenho. Descobri que existiam símbolos de assassinos, de tráfico de drogas, que eu tinha no meu corpo e que não era nada daquilo”, diz Alex.

“Comecei a me incomodar pelo fato de ninguém falar sobre isso, tanto que o livro ‘De A a Z’ é o foco de todas essas visões. Você vai pegar a águia, por exemplo, e vai saber o que ela significa para a Bíblia, o que ele significa para psicólogos de uma empresa, para a polícia, para os bandidos e vai descobrir que é completamente diferente um significado do outro”.

O pastor conta que a rosa, que para nós significa romantismo, amor, carinho, para psicólogos significa uma pessoa com dificuldade de relacionamento. “Por essa diversidade de informações, achamos que as pessoas tinham que estar ‘ligadas’ para quando falar pra um filho não fazer uma tatuagem, ter argumentos, e não se basear apenas em um capítulo ou versículo da Bíblia, mas se basear em todo um histórico”, expõe.

Alex Costa relata que tornou-se um verdadeiro anti-crente quando estava no mundo e que aos 22 anos teve um primeiro contato com o evangelho, mas que não foi genuíno. A verdadeira conversão aconteceu há quatro anos quando entregou sua vida de corpo e alma a Deus. “Ele me pediu duas coisas e disse: ‘você vai pegar quem tem tatuagem e mostrar a verdade e a verdade vai libertar e quem não tem, você vai impedir que faça’”.

“Eu creio que Deus me permitiu viver servindo ao inimigo por 23 anos para aprender as armas dele nessa área e hoje lutar contra ele”, afirma o pastor.

Preconceito

O preconceito é algo comum na vida do pastor Alex, a diferença é que quando estava no mundo, vivia um tipo de preconceito e hoje, como cristão, é outro tipo.”É muito natural a pessoa comentar ‘mas, pastor com tatuagem?!’, mas sem me conhecer é como a pessoa falar do meu livro sem ter lido, então não tem relevância, relata Alex, “eu fiz o livro baseado na ordenância do Espírito Santo, as vidas que estão sendo salvas é que me interessam. Não sou nada, sou apenas instrumento. É claro que tem pessoas que vão levantar contra, dizendo que estamos no tempo de falsos profetas, mas eu não quero ser profeta nenhum, o único e verdadeiro profeta é Jesus Cristo, eu só levo a palavra dEle para quem precisa ouvir.”

Um exemplo dado pelo pastor é encontrar um jovem se drogando na rua às 3hs da manhã. Ao se aproximar, todo tatuado, o jovem pensa que Alex irá se drogar junto com ele. “Eu chego e falo ‘cara, eu tenho um barato muito mais legal pra você, vamos comigo?’. Ele pensa que vai ganhar uma droga melhor ainda e quando vê está em uma clínica de recuperação sendo salvo (…) se eu tivesse de terno e gravata, sem tatuagem, talvez ele não deixaria eu me aproximar”.

Apesar do preconceito vivido por um lado, Alex tem certeza de que tudo o que viveu permite a proximidade necessária para falar aos jovens.
“Uma coisa é uma pessoa que não tem tatuagem dizer aos jovens que não faça. Eles normalmente dizem que o pai é quadrado, que o pastor não sabe nada. Outra coisa é uma pessoa que tem 176 tatuagens, dizer para ele não fazer. Não estou me baseando em ‘achismo’, estou me baseando em um testemunho de quase 30 anos. Eu me molhei na tempestade, isso dá mais credibilidade no que estou falando”, conclui.
Fonte: guiame.com.br

terça-feira, 22 de novembro de 2011

PAIS CRISTÃOS E Harry Porter, o menino bruxo a brecha que o diabo queria

Harry Porter, o menino bruxo

Harry Potter, o menino-bruxo:
1. Pratica a feitiçaria
Pessoalmente não conheço nenhum pai cristão que tenha presenteado um
manual de bruxaria ao seu filho. Contudo, conheço alguns genitores que
ingenuamente deram a seus filhos um manual de bruxaria camuflado – um
dos livros da série Harry Potter.
Harry Potter não é apenas uma bruxaria bobinha de jogar quadribol
voando em vassouras, pois apresenta também ocultismo da pesada onde
existem maus agouros e conjuros em cemitério. No quarto livro da
série, Harry é amarrado numa lápide em um cemitério onde é preparada
uma poção com os seguintes ingredientes: o sangue de Harry Potter, o
osso do cadáver do pai de Lord Voldemort (o bruxo malvado da série) e
a carne do escravo Rabicho (que para isso amputou a sua própria mão
direita). Tudo isso foi jogado dentro de um caldeirão. O resultado
desse feitiço foi o ressurgimento do corpo do temível Lord Voldemort.
Puxa! Conheço alguns ex-”pais de santo” que asseguram que realizavam
cerimônias de despachos muito semelhantes em alguns cemitérios. Se os
outros livros da série, a serem publicados, continuarem nesse mesmo
ritmo, vão rivalizar com os terreiros de macumba! Estes que se cuidem,
Harry Potter está aqui…
2. O Natal sem Cristo
O feriado de Natal está presente na saga de Harry Potter, com trocas
de presentes e árvores de Natal, porém sem qualquer menção ao nome do
aniversariante – Jesus Cristo! Acredito que se trate de uma omissão
proposital! Um Natal sem Cristo é só fantasias, sem a verdadeira paz e
esperança. Os anjos, ao anunciarem o nascimento do Salvador,
proclamaram: “Glória a Deus nas maiores alturas, e paz na terra entre
os homens, a quem ele quer bem” (Lucas 2.14). O natal sem Cristo
proporciona apenas alegrias efêmeras e superficiais, mas carece de paz
real para os homens.
3. Familiarização com imagens grotescas
Quando era criança, um dos meus heróis era Rintintin, mas hoje é
diferente. Atualmente, os heróis dos nossos filhos são quase sempre
monstros deformados, grotescos e mutilados. O leitor de Harry Potter
familiariza-se com um mundo tenebroso. Nestes tempos de Harry Potter,
o imundo tornou-se lindo. Os heróis das nossas crianças podem ser
aberrações monstruosas que se arrastam para fora dos esgotos,
simulando inocência e fingindo tendências bondosas.
Veja o que a Bíblia diz: “…que sociedade pode haver entre a justiça
e a iniqüidade? Ou que comunhão, da luz com as trevas? Que harmonia,
entre Cristo e o Maligno? Ou que união, do crente com o incrédulo?” (2
Coríntios 6.14-15).
4. Desrespeita regras
Harry mente, trapaceia, quebra regras, desobedece às autoridades
constituídas (dos tios e dos professores), porém, no final sempre se
sai bem (na vida real, no entanto, não é bem assim). O que a Bíblia
ensina sobre o nosso relacionamento com as autoridades? “Todo homem
esteja sujeito às autoridades superiores; porque não há autoridade que
não proceda de Deus; e as autoridades que existem foram por Ele
instituídas” (Romanos 13.1).
5. É vingativo
Harry Potter não conhece o que é perdoar ou dar a outra face. Ele tem
um profundo ressentimento com seus tios cruéis. Em vez de perdoá-los,
fica feliz em se vingar. Após ter sido bastante insultado por tia
Guida, lançou um feitiço que fez a mesma começar a inchar como um
balão e por pouco ela não estourou. Harry também não suporta um mau
colega rival, Draco Malfoy, e fica satisfeito quando o menino erra.
Harry Potter desconhece que existe um único Deus acima de tudo e de
todos, portanto, é ignorante acerca de que a vingança pertence ao
Senhor e não ao ser humano. O Senhor Deus declara: “A mim me pertence
a vingança” (Deuteronômio 32.35a).
6. Desestimula a boa leitura
Quem afirma isso é o norte-americano Harold Bloom, “o mais importante
crítico literário em atividade”, em entrevista à revista Veja: “A
linguagem é um horror. [...] E o livro inteiro é assim, escrito com
frases desgastadas, de segunda mão”.
: “A temática de Harry Potter é profundamente mística e inteiramente
comprometida com bruxaria, feitiçaria e esoterismo, e é apresentada
como literatura mimetizada em contos pueris, quando na realidade é
perversa e advinda do inferno.”
Que este artigo não seja apenas mais uma crítica, mas que contribua
para que os leitores reflitam e sejam cuidadosos, incentivando muitos
a desmascarar esse sutil engano que se infiltra em nosso meio – para
que juntos possamos arrancar mais uma máscara sorridente da face do
mal. Por trás de um manto de ingenuidade, a série Harry Potter tem
seus dentes e garras sujos de sangue, pois nela está disfarçado o
próprio inimigo das nossas almas. Lembre-se… nestes tempos de Harry
Potter o alerta de Jesus Cristo é muito oportuno: “Vê, pois, que a luz
que há em ti não sejam trevas” (Lucas 11.35).
por Carlos Cadel

DIA DA BÍBLIA 2011 2º DOMINGO DE DEZEMBRO